Connect with us

Crônicas

Precaução

Fui tomar café na casa de uma amiga. Erámos quatro, mas a anfitriã exagerou…

Publicado

em

Fui tomar café na casa de uma amiga. Éramos quatro, mas a anfitriã exagerou, fazendo um banquete como se fosse receber umas trinta pessoas. Sobrou muita coisa, claro. Ao final, ela veio com a frase: “Cada uma vai levar um pouco desses salgados, pois não poderei ficar com tudo isso”. E sumiu em direção à cozinha. Logo, apareceu com quatro potes de tupperwares recheados de coxinhas, rissoles e empadinhas.  

As outras amigas agradeceram, e tudo certo. Eu também agradeci, mas fiquei incomodada. O motivo: tenho pavor de empréstimos, de ficar com algo que não é meu, nem que seja por um curto período de tempo. O problema todo era o tal “pote”. “Você não tem uma embalagem descartável?”, insisti. “Leva nesse, Kátia, depois você me devolve”.

A primeira providência, ao chegar em casa, foi transferir o conteúdo da embalagem para outro recipiente e lavá-lo com esmero.  Às nove horas do dia seguinte, já estava apertando a campainha da casa da minha amiga para fazer a devolução.

Caro, leitor, você deve estar achando um exagero, mas cada qual com suas manias.

Sempre evitei pedir emprestado qualquer objeto ou solicitar determinados favores, mas já fui alvo de inúmeros pedidos: “Uau! Você tem o CD dos Tribalistas, me empresta?”. “Quando você terminar de ler esse livro, pode emprestá-lo?”. “Você pode comprar as entradas que depois eu te pago?”. Em todas essas situações, agi de boa-fé. Coitada de mim!

Nunca mais tive notícias do meu CD, do meu livro e do reembolso do dinheiro.

Tempos atrás, caí em outra arapuca. Mas, dessa vez, foi a gota-d’água. Aquela que faz o copo transbordar e nos ensina, de uma vez por todas, a dizer um sonoro “NÃO” ao pressentir a possibilidade de ser ludibriada.

Não tenho por costume deixar pessoas me aguardando. Se não posso ir a um determinado compromisso, aviso com antecedência. Tenho por hábito visualizar e responder às mensagens, pois acho uma deselegância tremenda quem deixa o interlocutor sem resposta. Também devolvo o troco recebido a mais. Tudo isso, para mim, é algo espontâneo e natural.  Ajo dessa forma por entender que esse é um comportamento correto, mas tenho consciência da ilusão de pensar que todos agirão com tamanho comprometimento. O mundo não é homogêneo.

Já fui tachada de boba e de estressada. Mas prefiro me intitular como alguém que cumpre com a palavra dada e com a responsabilidade assumida.

Se acredito na humanidade? Sim. Mas, por precaução, mantenho umas embalagens descartáveis e, agora, distribuo algumas negativas sem o menor sinal de culpa.

Por Kátia Muniz

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.