conecte-se conosco

Valmir Gomes

Henry, o Iluminado

Neste final de semana, o nosso colega radialista Henry Xavier

Publicado

em

Neste final de semana, o nosso colega radialista Henry Xavier, teve sua residência em um condomínio, invadida por um ladrão armado. O fora da lei, ameaçava toda família do Henry. Com calma o deficiente visual Henry, tomou conta da situação, preparou com habilidade o terreno, para a polícia render o ladrão. Foi um tempo de muita emoção e sangue frio, tudo mostrado ao vivo por intermédio da Internet. Henry Xavier dominou a situação de tal maneira, que merece toda consideração possível. No popular, o cego Henry Xavier, foi de uma visão incrível, mostrando com sensibilidade ao mundo o fato real e verdadeiro. Conheço Henry há muitos anos, tive o privilégio de trabalhar um bom tempo com ele. Radialista de nível, orgulho da classe, músico. Na verdade, Henry é um iluminado, sua visão dos atos e fatos, extrapolam o lugar comum. Um ser de luz. Ave, Henry.

CAMPANHA DO CORITIBA

O Coritiba foi lá longe e quase ganhou do Ceará, faltou pouco, muito pouco mesmo. Fico pensando no momento dos coxas, com seu time de segunda divisão, vem fazendo um campeonato acima da média. Sinal do bom trabalho da sua diretoria e comissão técnica. Até quando vai conseguir ficar entre os primeiros colocados não sei, porém para início de competição está bem acima do esperado. Tem me surpreendido não esperava tanto.

O TIME DO FELIPÃO

O rubro-negro começou mal o campeonato, tão mal que mandaram embora o técnico Fabio Carille e foram buscar o Luis Felipe Scolari. De lá para cá, tudo melhorou, vitórias na Libertadores e na Série A do brasileiro. Agora empatou com o Santos, em um jogo de altos e baixos na sua performance. Isto acontece com todos. Felipão busca atuações bem mais equilibradas, dentro e fora de casa. Imagino que a tendência é jogar cada dia melhor, com mais regularidade. É o que a torcida espera.

CARTÃO VERMELHO PARA DARONCO

O árbitro Anderson Daronco ganhou projeção nacional, por suas corretas atuações no campeonato gaúcho, daí ganhou oportunidade e o respeito do Brasil e América do Sul.

Agora, no fim de semana, foi escalado para apitar o jogo Avaí X São Paulo, e no início do jogo teve uma atitude beligerante contra o atleta Bruno Silva do Avaí. Na verdade, sua arrogância levou a uma agressão ao atleta. Merecia cartão vermelho, ser expulso do jogo imediatamente. Toda ação provoca uma reação. Ação violenta, reação na mesma proporção. A torcida do Avaí foi levada pela violência do Daronco. Daí os cânticos que entoou. Linguagem puramente do mundo do futebol. Deixem os mi mi mi de lado e vejam o lance. Não posso me omitir, Daronco merece punição severa, com a palavra o Sindicato dos atletas e o TJD.

FATOS JOGO DE PONTA GROSSA

Assisti com atenção de sempre o jogo que o Cruzeiro venceu o Operário por 2 a 1 na noite fria de Ponta Grossa. Alguns fatos me chamaram atenção, o ótimo goleiro Rafael Cabral do Cruzeiro usa lente de contatos. Pode parecer mentira, porém é verdade. O árbitro Ramon Abel em algum momento teve que paralisar o jogo, havia problema com a lente de contato do goleiro. Outro fato o zagueiro do Cruzeiro Zé Ivaldo recebeu cartão amarelo a 60 segundos do jogo, aos 28′ da primeira fase, puxou pela camisa um atleta do Operário, falta para cartão amarelo e após vermelho. Árbitro fez vistas grossas!!! O bom meia do Operário Marcelo, não estava numa noite feliz, foi substituído. Não gostou e discutiu com o treinador. Um ato surpreendente. Tanto Claudinei como Marcelo são gente do bem. Na noite fria um tempo quente. Assim caminha a humanidade.

Continuar lendo
Publicidade