conecte-se conosco

Valmir Gomes

Deu Flamengo

Era um jogo de vida ou morte para o Coritiba

Publicado

em

Era um jogo de vida ou morte para o Coritiba, afinal precisava pontuar para sonhar com sua saída da zona do rebaixamento. Até que o Coritiba jogou bem, dentro das suas possibilidades técnicas. Todos sabem que a zona do rebaixamento faz um time, seja qual for, jogar abaixo do que pode tecnicamente. Existe nestas circunstâncias, uma queda de produção técnica, causada justamente pela posição na tabela. Até que os coxas começaram bem, porém a qualidade técnica individual e a força de conjunto do Flamengo, fizeram a diferença a favor do time rubro-negro do Rio de Janeiro.

FÁBRICA DE GOLEIROS

O clube Atlhético Paranaense tem servido nossa seleção com grandes goleiros há muitos anos. Lá atrás Cajú foi o pioneiro, jogou muito em um Sul-americano que até foi considerado o melhor atleta da competição, apesar do Brasil não conquistar o título. Depois vieram Roberto Costa, defendia tanto que o apelidaram de mão de anjo. Neto seguiu o caminho da seleção, como Weverton também, daí chegou o Santos o Mycael até chegar a vez do Bento. Alguns foram campeões outros chegaram perto. Que o Bento seja feliz na sua passagem pela seleção, qualidade ele tem, se tiver oportunidade pode se tornar titular. Na verdade o time do histórico Cajú é uma fábrica de goleiros.

QUALIDADE DO MENGO

Vamos ser sinceros, um time que tem Bruno Henrique, Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Gerson, Gabigol, não é um time comum. Portanto, a vitória no final de semana contra o Coritiba foi consequência da qualidade individual, aliada ao conjunto. Não esqueçam que este time joga 3 anos juntos, cada um conhece as características do outro. Assim, com qualidade técnica e força coletiva, o Flamengo tem chegado em várias competições. Mais uma prova que no futebol a qualidade e o conjunto, são essenciais.

COPA LITORAL TOTAL TECH

Como sempre a jornalista Maisy e sua equipe fazem a cobertura da Copa Litoral, neste final de semana muitos jogos pela Chave A e B da competição. Começo com  resultados  da chave A. Chuva  de gols no jogo Barrancos 4 X 4 Beco do Óleo, imagino jogo bem movimentado. Em casa o Maria Luíza venceu o Guaratubanos por 5 X 3 em outra partida cheia de artilheiros. Já o Rio Branco na Estradinha empatou com o Canárinho por 2×2.  Na chave B Canoas venceu o Ilha do Mel por 3×2 e a Seleção de Antonina goleou o SWAT por 6×1. Como notaram uma rodada de muita Bola na Rede, uma homenagem a equipe do Valdir Brás. Detalhe, na chave A estão classificados para á próxima fase, Barrancos, Beco do Óleo, Canárinho e Rio Branco. Chave B teremos os classificados nos jogos deste final de semana. Agradeço a colaboração mais uma vez da jornalista Maisy e sua equipe.

REVOLUÇÃO NO RÁDIO

Á distancia tenho notado muitos colegas radialistas mudando de prefixo ou de função no rádio de Paranaguá e litoral. Fico sabendo também que a Radio T arrendou uma emissora em Paranaguá, está fazendo programação local, convidou radialistas de outros prefixos fazer parte da sua nova equipe. Portanto está acontecendo uma revolução artística nas ondas do rádio. Este fato valoriza os radialistas, e faz surgirem  novas oportunidades de trabalho. Boa sorte colegas.

MORTES NAS ESTRADAS

Já escrevi e falei sobre o aumento de acidentes nas estradas do Brasil. Agora a torcida do Corinthians que voltava de Belo Horizonte, capotou o ônibus na Rodovia Fernão Dias.  Faleceram vários torcedores e ficaram muitos feridos. Imagino uma fiscalização mais rígida em caminhões, ônibus, e automóveis. Aliado a isto, a sinalização e a manutenção das estradas. O Brasil é um Continente, a malha rodoviária é gigante, cuidar disto tudo não é fácil. Quanto mais estradas pedagiadas, mais segurança.

Em alta