conecte-se conosco

Paraná Empreendedor

Chegamos a Era da Inovação e Tecnologia de fato?

Diante de problemas, as soluções tecnológicas podem melhorar a vida de todos. Estudo aprofundado mostra a importância da inovação, das patentes e da propriedade intelectual para o desenvolvimento de um país

Publicado

em

A tecnologia foi objeto de análise aprofundada com o estudo denominado “Patentes e o interesse na proteção de tecnologias no Brasil”, do mestre pela UFPR Alcion Bubniak, publicado pela Editora Lumen Juris. Profissional da área da propriedade intelectual e agente de propriedade industrial, 30 anos de atuação, ele traz recorte de 20 anos do quadro tecnológico brasileiro confrontando o interesse de inventores brasileiros e estrangeiros.

Em que pese existirem novas tecnologias já livres no Brasil, as quais por serem divulgadas antes do protocolo de patente não gozam da exclusividade, as tecnologias patenteadas representam divisas para o país, garantindo a continuidade da cadeia produtiva e valorização.

 O estudo aborda a busca incessante dos países em dar oportunidades de inovação aos jovens, provocando países não acordados para o tema ao importar itens tecnológicos. Não se atendo somente a isso, a inovação tecnológica é a grande responsável pela difusão e busca de conhecimento, para tirar países de depressões causadas por guerras e regimes ditatoriais. E evidencia que a exclusividade de exploração temporária, caracterizada por uma patente, deve ocorrer por instrumentos legais e receber a devida atenção do poder judiciário quando as disputas ultrapassam o âmbito administrativo do órgão de registros. É a coerência a prova da transparência de um país perante sua sociedade, investidores e consumidores perante o mundo.

As patentes são estratégias empresariais e governamentais à medida que seus índices podem definir o avanço intelectual de um povo e a sua vocação.

 Nesse aspecto, ao comparar o número de invenções criadas em duas décadas no Brasil, fica claro que políticas públicas vigentes precisam ser mantidas no futuro, uma alternativa de aumento de arrecadação pede a exploração das patentes para promover mais receitas. Para sair da teoria e virar realidade, o autor deixa como contribuição um modelo para formulação de estratégias de fácil compreensão e implementação. A obra possibilita novos insights sobre commodities exportadas, pelo valor agregado, impulsionando o desenvolvimento tecnológico e aumentando divisas.

Brasil tendo época de ouro. Desta feita pela inovação e tecnologia.

Continuar lendo
Publicidade