conecte-se conosco

Coluna do Guru

Cuidados com águas-vivas e caravelas

A chegada de temperaturas mais elevadas e do verão atraem cada vez mais pessoas para o litoral paranaense.

Publicado

em

A chegada de temperaturas mais elevadas e do verão atraem cada vez mais pessoas para o litoral paranaense. Pensando nisso, a Secretaria de Estado da Saúde alerta a população para cuidados em casos de acidentes com águas-vivas e caravelas nesta época. Não se deve tocar em águas-vivas e caravelas, mesmo que pareçam mortas na areia. Se a pessoa for queimada, deve lavar o local apenas com a água do mar e não esfregar a região atingida. Em seguida, procurar um posto de guarda-vidas para colocar vinagre e neutralizar a ação da toxina. Não pode passar água doce e nenhuma outra substância, como bebida alcoólica ou urina. Águas-vivas e caravelas não atacam as pessoas, os acidentes acontecem quando por algum motivo, encostam-se nos banhistas e, neste momento, liberam substâncias na pele que causam o envenenamento, popularmente conhecido como queimadura. Em caso de dúvidas sobre acidentes, a população pode entrar em contato com o Centro de Controle de Envenenamentos do Paraná pelo número: 0800-410148 (CCE/PR).

Foto:AEN

Continuar lendo
Publicidade