Connect with us

Ciência e Saúde

Coronavírus: Médico explica quando procurar atendimento

Limpar as mãos corretamente é a principal forma de evitar a doença

Publicado

em

O último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), na sexta-feira, 13, indicou que o Paraná manteve o número de casos de Coronavírus do dia anterior, seis confirmados, sendo cinco em Curitiba e um em Cianorte. O médico Jhonatan Aredes, que atua em Paranaguá, orientou a população sobre quando procurar atendimento médico caso as pessoas apresentem sintomas da doença.

Segundo ele, o momento é de atenção com as crianças e idosos, por serem de faixas etárias extremas, além de ser importante insistir na higiene pessoal para evitar a contaminação. O Estado tem 34 casos descartados e 72 suspeitos.

Quando procurar ajuda médica?

Como os sintomas se assemelham muito com os de gripes e resfriados comuns, como febre, tosse, cansaço, dor de garganta, congestão nasal e coriza; surge a dúvida de quando suspeitar de Coronavírus. “Pessoas com febre (maior que 37,8ºC), tosse e dificuldade para respirar, e aqueles que tiverem viajado ou tido contato com pessoas vindas de países com transmissão local devem procurar atendimento médico”, destacou Aredes.

Na época da epidemia de dengue, alguns medicamentos foram proibidos para que os casos não se agravassem. No entanto, de acordo com o médico, ainda não há restrições como essa quanto ao Coronavírus.

“A princípio, não existem medicamentos que possam piorar os sintomas do covid-19. O tratamento continua sendo à base de antitérmicos e analgésicos, além de hidratação”, orientou Aredes.

Segundo o médico, medicamentos como vitamina C e acetilcisteína não podem evitar a doença. “Eles não previnem a infecção. A única maneira de prevenção são os hábitos de higiene, como lavar as mãos, usar álcool gel, cobrir o rosto para tossir, não ter contato próximo com doentes, limpar e desinfetar objetos antes de usar, evitar locais com aglomerações etc.”, destacou Aredes.

Álcool 70%

Além de lavar as mãos com água e sabão frequentemente, o álcool em gel passa a ser disponibilizado em empresas e escolas para evitar a contaminação. No entanto, segundo o médico, nem todos os tipos são eficazes, como o produto utilizado normalmente na limpeza.

“Esses também funcionam em menor grau. Mas não são indicados pela composição. A solução alcoólica ideal é aquela com concentração de 70% p/p (70ºINPM) ou 77% v/v (77ºGL) onde 'p' é o peso e 'v', o volume. Nessa concentração, o álcool não desidrata a parede celular do micro-organismo, podendo penetrar no seu interior, onde irá desnaturar proteínas, fato que não ocorre quando se utiliza o álcool acima ou abaixo da concentração ideal.Para efeitos de higiene e prevenção o 70% é o indicado”, explicou Aredes.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.