conecte-se conosco

ADI Paraná

Mais saúde

O deputado Pedro Lupion (DEM) destacou nas redes sociais o intenso trabalho na busca de recursos para a saúde dos municípios do Paraná.

Publicado

em

O deputado Pedro Lupion (DEM) destacou nas redes sociais o intenso trabalho na busca de recursos para a saúde dos municípios do Paraná. "A saúde é sempre uma prioridade. Por isso, trabalhei para que os municípios recebessem apoio financeiro que reflete, diretamente, na qualidade do serviço prestado à população. Em 2019, foram R$ 3,45 milhões em recursos. Esse é o meu compromisso com a saúde dos paranaenses, vamos juntos fazer, ainda mais pelos municípios”.

Cotão

Os deputados federais têm reclamado do atraso no ressarcimento das despesas de aluguel, combustível e alimentação, entre outros gastos do chamado cotão. As notas fiscais já foram apresentadas e apenas cinco dos 11 funcionários estão trabalhando em função das férias e licenças médicas.

Centro de handebol

O prefeito Ulisses Maia (PDT) inaugurou o Centro de Excelência Regional de Handebol na UEM em Maringá. O novo complexo esportivo tem quadra, laboratório, alojamento, vestiários e banheiros em 3 mil m². O investimento foi de R$ 2 milhões com recursos federais.

Comissão de Esporte

O presidente da Comissão de Esportes, Douglas Fabrício (CDN), registra seis reuniões realizadas pela comissão em 2019. “Foram 25 projetos aprovados, mas vale lembrar que estamos falando de uma área esquecida e pouco valorizada pela sociedade”, disse. Um requerimento, propondo a criação da Frente Parlamentar em Apoio e Defesa ao Paradesporto também foi aprovado. Também fazem parte do colegiado os deputados Subtenente Everton (PSL), Alexandre Amaro (Republicanos), Boca Aberta Junior (Pros), Paulo Litro (PSDB) e as deputadas Cristina Silvestri (CDN) e Mabel Canto (PSC).

Fundeb

O senador Flávio Arns (Rede) espera aprovar até março no Congresso Nacional a criação, de forma definitiva, do Fundeb (fundo de desenvolvimento da educação básica). Arns quer torná-lo perene e tirá-lo das disposições transitórias. Os parlamentares enfrentam resistência do ministro Abraham Weintraub (Educação), mas já fecharam com o senador que é relator da proposta.

LED em Londrina

O prefeito Marcelo Belinati (PP) destaca o avanço da instalação de iluminação em LED no centro histórico de Londrina. Na etapa da Duque de Caxias serão contemplados 185 pontos dos 238 de toda a via. Os serviços de substituição das luminárias antigas começaram na maior parte da via, no trecho de 3,6 quilômetros entre as Avenidas Leste-Oeste (Centro) e Inglaterra (Região Sul).

Coragem

Em 2020 o Paraná vai enfrentar um cenário mais tranquilo e conseguirá deslanchar ainda mais seu desenvolvimento sob o comando do governador Ratinho Junior. A previsão é do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), que atribuiu essa perspectiva positiva, em grande medida, a ação do Legislativo. “Os deputados tiveram a coragem para enfrentar questões polêmicas e aprovar matérias controversas que desafogaram e reorganizaram o Estado”.

Seis anos

A primeira base aeromédica de saúde no Estado, em Cascavel, completou seis anos e já atendeu mais de 2,4 mil acionamentos. “Para nós é uma grande alegria acompanhar o crescimento desse serviço de referência na região de Cascavel, e que auxilia na melhoria do atendimento na rede de urgência e emergência do Paraná, salvando vidas de forma efetiva”, disse o secretário Beto Preto (Saúde). “Seguimos com a orientação do governador Ratinho Junior, de aproximar o serviço de saúde das pessoas e diminuir ao máximo o tempo de espera de um usuário até o atendimento”.

É dengue!

A Secretaria Estadual de Saúde registra 7.618 casos confirmados de dengue. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento chega a 4.846%. Foram 154 confirmações em 2018. “Estamos orientando sobre as medidas preventivas para a dengue e de remoção técnica dos criadouros do mosquito transmissor da doença. Sabemos que a eliminação dos criadouros é a forma mais eficaz de reduzir os casos de dengue e contamos com a participação da população neste combate. A dengue mata e cerca de 80% dos focos estão nos domicílios”, destacou o secretário Beto Preto (Saúde)

Dengue II

São 24 cidades em situação de epidemia: Bandeirantes, Ivaiporã, Braganey, Juranda, Nova Cantu, Peabiru, Quinta do Sol, Douradina, Diamante do Norte, Guairaçá, Inajá, Paraíso do Norte, Paranavaí, Santa Isabel do Ivaí, Tamboara, Ângulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Paranacity. Uniflor, Florestópolis, Sertaneja, Guairá.  Outros 27 municípios estão em situação de alerta: Paranaguá, Foz do Iguaçu, Nova Cantu, Quinta do Sol, Cianorte, Colorado, Santa Fé, Florestópolis, Ibiporã, Londrina, Porecatu, Cornélio Procópio e Sertaneja.

Dengue III

O cenário da dengue é o mesmo no Paraguai com dois casos de morte confirmados e ao menos outros 14 suspeitos. Até o presidente Mario Abdo Benítez contraiu a doença.  Em viagem pelo interior, Marito sentiu dores, tontura e febre e voltou à capital Assunção, onde exames confirmaram o diagnóstico.

Diretores das escolas

O secretário Renato Feder (Educação) coordena até o próximo dia 31 os encontros com diretores das 2.143 escolas estaduais do Paraná no Seminário Foco na Aprendizagem 2020, organizado pela Secretaria Estadual da Educação.

Apreensões

A apreensão de mercadorias irregulares pela Receita Federal bateu recorde em 2019. Foram confiscados R$ 3,2 bilhões em contrabando. São Paulo está no topo com R$ 746,1 milhões em apreensões, seguido do Paraná, R$ 733,7 milhões. Os itens que lideraram as apreensões foram cigarros (35,67%), eletroeletrônicos (11,42%), vestuário (7,02%) e brinquedos (4,71%). O número de operações de vigilância e repressão aduaneira também foi recorde com 4.955 operações contra 3.347 realizadas em 2018.

Cocaína

Além disso, o Paraná também é um dos estados com mais apreensões de cocaína feitas pela Receita. Em 2019, foram 15,23 toneladas só no Porto de Paranaguá, um recorde histórico já que supera em 211% o montante apreendido em 2018, que foi de 4,89 toneladas. Essas mais de 15 toneladas representaram 26% do total de cocaína apreendida no País, que foi de 57,15 toneladas.

Habitação popular

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) vai anunciar em fevereiro o novo plano de habitação popular de Ponta Grossa. Rangel esteve em Brasília e se reuniu na Caixa Econômica Federal. “Serão investimentos em residências para a população que mais precisa de moradia própria. Os recursos já estão aprovados pela regional da Caixa Econômica, os condomínios também estão em processo avançado. A reunião em Brasília, com a direção da Caixa, foi necessária para alinhar detalhes e liberação dos recursos”, explica.

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Continuar lendo
Publicidade

Em alta