conecte-se conosco

Turismo

Parques do Paraná valorizam as belezas naturais

Parque Nacional do Superagui encanta pesquisadores e amantes da natureza

Publicado

em

Uma das opções para quem quer passar um fim de semana diferente, sem ir muito longe de casa, são os parques. Os espaços reservam belezas naturais que proporcionam lindas paisagens e registros fotográficos que serão guardados pelos apreciadores da biodiversidade.

Um dos que mais chamam a atenção em virtude de suas peculiaridades e riqueza de elementos é o Parque Nacional do Superagui, que abrange as ilhas das Peças, de Superagui e do Pinheiro, bem como a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) do Sebuí e a RPPN Salto Morato, em Guaraqueçaba. A 181 km da capital do Estado, o Parque foi considerado uma unidade de conservação em 1989, sendo ampliado em 1997 com a inclusão do Vale do Rio dos Patos.

 

COMO CHEGAR?

Os interessados em conhecer o parque podem chegar por duas entradas, via Paranaguá ou Guaraqueçaba, sendo uma pela comunidade da Barra do Superagui e outra pela comunidade de Vila das Peças. Por Paranaguá, os visitantes podem pegar a embarcação no trapiche da Rua da Praia. A duração da viagem gira em torno de 2h30 a 3h30 de acordo com as condições do mar.

Já por Guaraqueçaba, os turistas precisam enfrentar uma estrada não pavimentada e a duração da viagem é parecida com a realizada por barco. Mas, após a estrada, é preciso pegar um barco para chegar na comunidade da Barra do Superagui.

 

O QUE FAZER?

As belezas encontradas no local serão compensadas pelo longo percurso para chegar ao parque. A viagem é indicada para quem gosta de ficar em meio à natureza, já que abriga uma diversidade de ecossistemas. Faz-se jus a visita de tantos pesquisadores e estudantes de todos os cantos, que ali podem encontrar manguezais, trechos intocados da Mata Atlântica, restinga, praias e dunas. Este é considerado um dos cinco ecossistemas costeiros mais relevantes presentes no globo terrestre.

Além de conhecer mais sobre a ecologia e as formas de vida encontradas na unidade de conservação, há ainda 38 km de praias, que podem ser desbravadas a pé ou de bicicleta. Para quem gosta de um pouco mais de aventura, as trilhas da praia da Ilha do Superagui convida os visitantes a observar a flora e a fauna e sua diversidade.

O turista pode também conhecer as ilhas que abrangem o parque da sua forma, selecionando as atividades que mais gosta de fazer. Vale ressaltar que esses espaços são importantes para fugir da rotina e fazer com que crianças e jovens conheçam mais sobre o litoral paranaense e possam valorizar a fim de manter a biodiversidade para as próximas gerações.

 

Foto: AEN

Continuar lendo
Publicidade










Em alta

plugins premium WordPress