conecte-se conosco

Política

Paranaguá perdeu Vicente Elias há 15 anos

Cartaz da campanha de prefeito de Paranaguá de 1976 (Imagem: Arquivo)

Publicado

em

Família relembra momento que parou a cidade

O dia 29 de abril é lembrado como a data em que o ex-prefeito de Paranaguá, José Vicente Elias, faleceu, há 15 anos, durante um assalto, na cidade de Curitiba. Na ocasião de sua morte, ele foi velado na Igreja de São Benedito e sepultado no dia 1.º de maio, no Dia do Trabalhador, em uma das maiores médias de público, durante sua despedida.

José Vicente Elias foi prefeito de Paranaguá de 1977 e 1982 e eleito, em um segundo mandato, entre 1989 e 1992. Em menção à data, os filhos de Elias relembram momentos marcantes da vida do pai. Primogênito entre os três irmãos, o advogado Fabiano Elias ressalta que o pai sempre fez questão de implantar na educação dos filhos o valor da família. “Sou o primogênito de três irmãos. A Alessandra é a nossa musa e o Juliano, o caçula. Em casa, sempre aprendemos o valor da família, o amor pela cidade e pelas causas sociais. Papai sempre foi muito justo e correto, homem honrado e que tinha posições claras”, disse Fabiano. Ele relembra muitos momentos vividos ao lado do pai em tempos de campanha e em família. “Papai tinha uma linha muito clara, ele era muito transparente nas suas convicções e muito companheiro dos amigos”, salientou.

Fabiano disse, ainda, que na cidade, quem era Vicente de verdade morria Vicentino. “Foi uma nova forma de fazer política em Paranaguá. Ser um Vicentino era admitir que todas as ações precisavam ser voltadas para garantir o bem-estar social, seja nas ações de fomento ao emprego, saúde, educação ou moradia, seja nas ações de urbanismo ou mesmo na defesa dos interesses econômicos de Paranaguá”, declarou. “Em família, ele agregava como a minha avó Natália ensinou. Meu avô faleceu cedo, e aos 14 anos papai assumiu o posto de homem da casa. Teve que largar os estudos para ser empacotador nas Casas Pernambucanas. De lá foi ser fiel de armazém, auxiliar administrativo, jornalista, formou-se em Direito e seguiu a vida pública. Meu casamento aconteceu no dia de seu aniversário, 14 de janeiro, em sua homenagem”, destacou.

Filhos Juliano, Alessandra e Fabiano Elias relembram os momentos vividos com o pai com alegria

Conforme Fabiano, durante os 16 anos em que o “Vicentismo” esteve no comando da cidade, entre 1977 e 1992, Paranaguá sempre foi pujante e próspera.

“Acompanhei o pai nos seus dois mandatos de prefeito, cheguei a inaugurar obras em Alexandra e orgulhar-me daquilo tudo; a passarela da Ilha dos Valadares; o trailer do dentista; os postos de saúde; os bairros que iam nascendo como a Vila São Vicente, Ponta do Caju, Nilson Neves, Cominese, Jardim Esperança; o Mercadão Popular, o Mercado do Peixe; as escolas; o asfalto; iluminação; drenagem e adutora de água; as indústrias que chegavam; o porto que era aliado da cidade”, citou Fabiano.

Prefeito Vicente Elias e governador do Paraná Ney Braga recebem o Presidente da República João Batista Figueiredo em Paranaguá (Foto: Arquivo)

Também filho de Vicente Elias, Juliano Elias, destaca as obras do pai, frisando também o “Vicentismo”, dizendo que ainda é forte e muito lembrado pelos parnanguaras. Além disso, Juliano ressalta o lado “família” de José Vicente Elias. “Até hoje vou aos locais, as pessoas veem meu nome e comentam a falta que ele faz e sua importância para a cidade. Ele faz parte da história de Paranaguá. A última vez que ele esteve efetivamente comandando a cidade foi em 1992, e ainda hoje as pessoas lembram e falam dele com bastante carinho. É muito bom sentir das pessoas esse carinho que elas têm pelo o que ele fez. Ele era um paizão da cidade”, destacou Juliano.

Em família, Vicente Elias também marcou a vida dos filhos. “Para mim ele é um grande exemplo. Sempre foi um pai maravilhoso, sabia dosar as coisas e me deixou o maior investimento na vida que é o conceito ‘família’ e meus estudos. Devo isso a ele, por ele sempre ter acreditado em mim. Nunca deixou faltar nada para nós, muito amor e carinho”, enfatizou. 

 Vicente Elias: Presidente do Rio Branco, campeão da Zona Sul de 1977 (Foto: Arquivo)

 

Publicidade










plugins premium WordPress