Connect with us

Polícia

Suspeito de executar foragido da Justiça é preso pela Polícia Civil

Eliton Garcia da Silva, de 24 anos, foi preso em casa, na Vila Divinéia

Publicado

em

 

Equipes da Polícia Civil de Paranaguá, prenderam na manhã desta terça-feira, 3, Eliton Garcia da Silva, de 24 anos, suspeito de ser o autor dos disparos que mataram Geliel Correia Farias, de 23, no dia 11 de Junho, dentro da casa onde ele morava, na Vila Divinéia. A prisão aconteceu na mesma região, onde o crime foi cometido.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara Criminal de Paranaguá, após a manifestação positiva do Ministério Público.

Durante o cumprimento dos mandados de prisão e busca e apreensão na residência do suspeito foram apreendidas munições e uma pequena porção de pó branco, possivelmente cocaína. O material encontrado no imóvel foi recolhido e encaminhado à Polícia Técnica para análise.

 

RELEMBRE O CASO

Populares entraram em contato com a central 190 da Polícia Militar, na madrugada do dia 11 de Junho, relatando terem ouvido disparos de arma de fogo, na Rua Florinda Carlos Cardoso, na Vila Divineia. Viaturas foram para o endereço indicado e localizaram, dentro de uma casa, um homem baleado.

Geliel Correia Farias, de 23 anos, foi surpreendido por dois homens armados, os quais invadiram a residência e dispararam pelo menos sete vezes em sua direção. Os tiros atingiram os braços e a cabeça de Geliel, que morreu na cama em que estava deitado.

Os assassinos teriam fugido em um veículo branco. Uma equipe do Samu foi acionada e constatou o óbito.

 

FORAGIDO

De acordo com informações apuradas no local, Geliel tinha várias passagens pela polícia. Ao verificar o sistema de informações da Sesp – Secretaria Estadual de Segurança Pública do Estado, os policiais constataram que contra Geliel havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela 1.ª Vara Criminal de Paranaguá, pelo crime de roubo agravado.

 

HOMICÍDIOS

De acordo com a PCPR, dos sete homicídios registrados no mês de Agosto em Paranaguá, quatro tiveram os autores identificados, o que corresponde a 57% de elucidações. A equipe da 1ª SDP segue com as investigações e busca, com a ajuda da comunidade, identificar e prender, os outros autores de mortes violentas registradas na cidade.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.