conecte-se conosco

Polícia

Mulher tenta entrar na carceragem contrabando nas partes íntimas

Drogas e objetos estavam revestidos com plásticos

Publicado

em

Uma mulher de 20 anos foi presa na tarde de quarta-feira, 20, ao tentar entrar no setor de carceragem da 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá com drogas, serras e celulares escondidos nas partes íntimas. O flagrante ocorreu durante a revista que é realizada pelos agentes de cadeia e penitenciários que atuam na delegacia.

De acordo com a Polícia Civil, esta foi a quarta vez que a moça, a qual mora na Ilha dos Valadares, foi à delegacia para visitar o companheiro que está preso por roubo e, graças a um equipamento conhecido como raquete, uma espécie de scanner corporal que detecta metal, foi possível verificar que ela escondia algo em seu corpo.

Na revista foi constatado que a mulher levava, na cavidade vaginal, 12 pedaços de serra, um aparelho celular e 52 gramas de maconha, divididos em vários pedaços, tudo embalado em plástico. Ela acabou autuada por tráfico de drogas e por dar entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel ou similar em estabelecimento prisional, ficando recolhida na carceragem à disposição da Justiça.

Esta não é a primeira vez que a equipe que atua na revista pessoal e íntima que é realizada na 1.ª Subdivisão Policial evita que drogas e material ilícito, que possam auxiliar em possíveis fugas, cheguem aos detentos através do mesmo método. Até o início da noite de ontem 115 presos estavam recolhidos na carceragem local e todos os familiares que aparecem para a visita têm que passar por revista.

Publicidade










Em alta

plugins premium WordPress