Logotipo

Guarda Municipal prende trio com notas falsas em Pontal do Paraná

10 de setembro de 2018

No local, populares repassaram que os indivíduos haviam acabado de sair em um táxi, Chevrolet Classic, cor branca.

Compartilhe

Na tarde de sábado, 8, por volta das 16h50, equipe da Guarda Municipal de Pontal do Paraná recebeu uma denúncia via WhatsApp repassada por um investigador da Polícia Civil da Delegacia de Ipanema, relatando repasse de notas falsas por indivíduos em uma imobiliária localizada nas proximidades do Fórum, no Balneário Ipanema. A GM foi atender à ocorrência e obteve êxito na abordagem ao trio de suspeitos na PR-412. Eles foram presos em flagrante com cerca de R$ 600,00 em notas diversas.

De acordo com a assessoria da Guarda Municipal, em um primeiro momento a equipe foi até o local próximo da imobiliária em que os suspeitos estavam. No local, populares repassaram que os indivíduos haviam acabado de sair em um táxi, Chevrolet Classic, cor branca.

"A equipe realizou buscas nas proximidades e logrou êxito em localizar o veículo suspeito, sendo abordado na PR-412, no Balneário Miramar. Após realizada a abordagem, foi verificado que havia no interior do veículo quatro pessoas, dentre elas, três do sexo masculino, sendo um deles o motorista do táxi, e um do sexo feminino que é menor de idade. Dada a voz de abordagem, realizada a busca pessoal, com Vanderson Lucas do Prado e Tiago da Rocha Junior foi encontrada a quantia de R$ 600,00 em notas diversas. Com o motorista do táxi nada de ilícito foi encontrado", explica a Guarda Municipal.

Diante dos fatos, as autoridades deram voz de prisão aos suspeitos. Segundo um dos presos, de nome Vanderson, as notas de R$ 100,00 seriam falsas e ele teria conseguido a quantia junto a um amigo em Curitiba. "Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Ipanema, onde uma soldada feminina realizou revista pessoal na menor. No local uma vítima que foi conduzida pela Polícia Militar e os envolvidos relataram que o taxista não teria envolvimento com o crime. Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos até a Polícia Federal de Paranaguá e apresentados às autoridades de Polícia Federal", finaliza a assessoria da GM.

Colunistas