conecte-se conosco

Polícia

Após ser baleado, policial civil morre no Hospital Regional do Litoral

Jorge Fernando Brito não resistiu aos ferimentos e faleceu no HRL nesta segunda-feira, 3 (Foto: Reprodução Facebook)

Publicado

em

Autor do crime se entregou na Delegacia Cidadã de Matinhos na madrugada de domingo, 2

No sábado, 1.º, por volta das 20h, um casal de namorados deu entrada na emergência do Pronto Atendimento 24 horas de Praia de Leste, em Pontal do Paraná, sendo ambos posteriormente encaminhados, em virtude da gravidade da situação, ao Hospital Regional do Litoral (HRL), em Paranaguá. Jorge Fernando Brito, de 30 anos, policial civil lotado na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em Curitiba, e a sua namorada, Geovana Maria Rocha, de 19 anos, foram baleados em casa em um atentado no Balneário Gaivotas, em Matinhos, na noite do sábado, 1.º.

Após cerca de 36 horas internado na UTI do HRL, o policial civil não resistiu aos ferimentos ocasionados por quatro tiros no abdômen e faleceu no começo da tarde de segunda-feira, 3. Geovana permanece internada na casa hospitalar após ter levado dois tiros na perna.

Segundo informações apuradas pelas Polícias Militar e Civil, o casal foi surpreendido quando estava em uma casa, no balneário de Gaivotas, por dois indivíduos encapuzados, que teriam invadido o imóvel. Um deles, armado com uma pistola 9mm, atirou contra as vítimas, que estavam na parte dos fundos da residência. Brito foi atingido por quatro tiros e encaminhado em estado grave para o Pronto Atendimento em Pontal do Paraná, sendo, na sequência, transferido por uma ambulância do SAMU para o HRL. Os disparos atingiram o abdômen e o braço do policial, que não teve tempo de reagir. Geovana foi alvejada duas vezes na perna.

Ela também foi encaminhada para o PA, no balneário de Praia de Leste e na sequência, transferida para o HRL. A moça sofreu uma fratura do fêmur e passou ainda na madrugada por um procedimento cirúrgico.

Jorge Fernando Brito não resistiu aos ferimentos e faleceu na tarde de segunda-feira, 3, no Hospital Regional. Geovana segue internada com quadro estável.

Acusados do homicídio já foram presos (Foto: Divulgação Polícia Civil)

CERCO POLICIAL

Assim que a ocorrência foi repassada pelas equipes policiais do litoral, várias viaturas da Polícia Civil, com equipes da DHPP – Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, do COPE – Centro de Operações Policiais Especiais, do TIGRE – Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial e outras especializadas seguiram para Matinhos para prender o autor dos disparos, já que desde o momento do crime, ele foi reconhecido e identificado.

Jean Herivelton da Silva Mantovani, de 20 anos, mora a poucos metros da casa da namorada do policial.  

PRESO

O rapaz, junto com um advogado, se apresentou na Delegacia da Polícia Civil de Matinhos no começo da madrugada de domingo, 2. Ele ficou recolhido na carceragem à disposição da Justiça. Segundo o depoimento dado pelo autor, o crime teria sido motivado por represália à atuação do policial civil contra o tráfico de drogas.

COMPARSA

Um outro indivíduo, o qual teria participado da ação criminosa contra o policial, foi preso. José Carlos Barroso, de 51 anos, também foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Matinhos.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.