conecte-se conosco

Polícia

Ações integradas apreendem maconha, crack e cocaína em Morretes

Oito pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico foram encaminhadas para a delegacia

Publicado

em

Cerca de 20 policiais militares e civis participaram na tarde de terça-feira, 11, de duas ações integradas que resultaram na apreensão de porções de crack, maconha e cocaína. As abordagens aconteceram nos bairros Central e Vila Freitas, em Morretes.

MONITORAMENTO

Após receberem informações sobre a movimentação de pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecentes na região da Vila Freitas, em Morretes, policiais militares passaram a monitorar um terreno, com várias casas, onde estaria acontecendo a comercialização de crack, maconha e cocaína.

Na tarde de terça-feira, 11, por volta das 13h, um indivíduo apontado na denúncia foi visto saindo de um dos imóveis e os policiais resolveram abordar o local.

Além de Edenilson dos Santos Rodrigues, de 47 anos, vulgo “Velho”, outras quatro pessoas, algumas com passagens pela polícia pelo crime de tráfico de drogas, foram abordadas.

Durante buscas no terreno, as equipes encontraram certa quantia em dinheiro, enterrada na parte dos fundos do imóvel, e porções de cocaína, maconha e pedras de crack, embaladas e prontas para comercialização.

Em uma das residências, os policiais encontraram em cima da mesa, na cozinha, um pedaço de maconha, com aproximadamente 50 gramas e uma balança de precisão. Ainda durante a revista, no interior do imóvel, as equipes encontraram na casa de Fagner Luis Nunes, de 22 anos, cerca de 35 gramas de cocaína e 14 pedras de crack. O entorpecente foi apreendido e o rapaz e a esposa, de 18 anos, receberam voz de prisão.

Outro casal, que estava no local durante a abordagem policial, também foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil, já que o rapaz, de 20 anos, foi preso recentemente, acusado do mesmo crime.

Em outra ação, na “Estrada do Central”, três pessoas foram presas e 47 pedras de crack foram apreendidas

ESTRADA DO CENTRAL

Seguindo com as diligências, equipes das polícias Civil e Militar foram até uma casa na região conhecida como “Estrada do Central”. Com um mandado de busca em mãos, os policiais entraram na residência e conseguiram abordaram três pessoas.

Ao perceber a movimentação de policiais no local, Jorge Luiz da Silva, de 21 anos, tentou fugir pelos fundos do terreno, mas foi alcançado e preso. Ao fazer buscas pelo caminho utilizado pelo suspeito, a equipe encontrou uma sacola plástica com 13 pedras de crack, embaladas e prontas para comercialização.

No interior do imóvel foram abordados, Gilmara da Silva, de 32 anos, e seu irmão, Lindomar da Silva, de 35, conhecido como “Funcho”. No momento em que estavam sendo revistados, Gilmara tentou esconder no banheiro da casa um invólucro plástico, com 12 pedras de crack.

Enquanto se deslocavam para outro imóvel, no mesmo terreno, a fim de realizar nova busca, Lindomar tentou passar para a irmã um pote vermelho. Um dos policiais percebeu a ação e pegou o objeto, onde estavam mais 22 pedras de crack.

Diante da situação, os três abordados receberam voz de prisão e também foram encaminhados para o plantão da Polícia Civil, de Morretes, onde as providências cabíveis foram adotadas.

Ao todo, oito pessoas foram encaminhadas para a unidade policial, junto com o entorpecente apreendido e o material usado para comercializar a droga.

 

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta