Inscrições para concurso de soldado Fuzileiro Naval vão até o dia 20 de março

13 de março de 2020

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais, está com inscrições abertas para o Concurso de Admissão às turmas I e II de 2021 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais até o dia 20 de março de 2020. Ao todo, são ofertadas 960 vagas e os candidatos podem realizar a inscrição pelo site www.marinha.mil.br/cgcfn, no menu “Concursos para o CFN” ou presencialmente, nos endereços listados no edital. Entre os principais requisitos para tornar-se um Soldado Fuzileiro Naval estão: ser brasileiro do sexo masculino, com idade de no mínimo 18 e no máximo 21 anos em 1.º de janeiro de 2021, e ter o Ensino Médio completo.

No momento da inscrição, o candidato poderá optar para concorrer às vagas dos seguintes locais para servir inicialmente: Unidades da Marinha no Rio de Janeiro – RJ, Unidades da Marinha em Brasília – DF, Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande – RS, 1.º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus – AM, 2.º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Belém – PA, 3.º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Ladário – MS, Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal – RN, Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador – BA e Batalhão de Defesa NBQR de Aramar – SP (a distribuição das vagas ocorrerá de acordo com as necessidades da Administração Naval).

A primeira etapa do processo seletivo consiste em exame de escolaridade, com provas de Português e Matemática, em data a ser divulgada posteriormente no site. Os aprovados na etapa inicial passarão ainda por verificação de dados biográficos e de documentos, avaliação psicológica, inspeção de saúde e teste de aptidão física de ingresso.

O curso de formação terá a duração de 17 semanas e será realizado em órgãos de formação do Corpo de Fuzileiros Navais no Rio de Janeiro e em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até o dia da formatura. Durante o período, além de serem proporcionados alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, o Aprendiz-Fuzileiro Naval receberá remuneração atinente à sua graduação, conforme previsto em Legislação.

Da Assessoria da Capitania

Foto: Marinha do Brasil

 

 

Colunistas