conecte-se conosco

Litoral

Planos diretores devem ser atualizados com o ZEE

O zoneamento indica as áreas passíveis de empreendimentos e atividade urbana

Publicado

em

O governador Beto Richa assinou o decreto que estabelece o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) do Litoral. O zoneamento indica as áreas passíveis de empreendimentos e atividade urbana e assegura que 85% de toda a região seja preservada.

O governador destaca que o ZEE servirá de subsídio para a atualização dos planos diretores de municípios do litoral. A área coberta pelo ZEE, de 6,3 mil quilômetros quadrados, abrange sete municípios (Morretes, Antonina, Paranaguá, Guaraqueçaba, Pontal do Paraná, Guaratuba e Matinhos).

De acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antonio Carlos Bonetti, o levantamento técnico-científico, de 350 páginas, estabelece diretrizes e recomendações de ordenamento territorial de forma estratégica para equilibrar questões de ordem social, econômica e ambiental. “Nós temos, a partir de hoje, um parâmetro para balizar o crescimento, mas também a preservação”, disse.

ZONEAMENTO ESTADUAL

De acordo com Bonetti, a intenção é que, em breve, o Estado publique o ZEE de outras regiões do Estado. O estudo já está sendo executado e deve ficar pronto no início do próximo ano. “O estudo do litoral, o conhecimento adquirido por meio de técnicos da Sema, do ITCG (Instituto de Terras, Cartografia e Geociências) e de outras secretarias, serve de base do projeto para todo Estado”, disse.

COLETA DE ESGOTO EM GUARATUBA

“Quando assumi o governo em 2011, tinha um grande compromisso com o desenvolvimento do Litoral, uma região de certa forma esquecida, só lembrada na época de temporada. Hoje temos dado atenção a essa região, cujas famílias e moradores precisam de apoio 12 meses do ano. O que vemos hoje são praias limpas, bons índices de saneamento. Ao longo das praias não vemos mais plaquinhas de áreas impróprias para banho. Hoje temos cada vez mais turistas, gerando renda e movimentando a economia”, disse o governador. Em Guaratuba, por exemplo, até 2010 o índice de coleta e tratamento de esgoto era de 50%. Hoje esse índice está em 92%.

 

AEN

Publicidade










plugins premium WordPress