conecte-se conosco

Litoral

Chuvas causam alagamentos em Guaratuba e afetam cerca de 5,5 mil moradores

Simepar destacou que 60% de toda a chuva prevista para fevereiro caiu em apenas três dias em Guaratuba (
Foto: Prefeitura de Guaratuba)

Publicado

em

Entre os atingidos, 600 pessoas ficaram desalojadas e 150 desabrigadas. Enchente foi agravada pela maré alta

Chuvas torrenciais causaram estragos à população de Guaratuba entre o sábado, 16, e o domingo, 17. Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), nos dois dias choveu um volume de 196 milímetros, o que corresponde a 60% da média prevista para todo o mês de fevereiro. Além disso, a maré estava alta no litoral do Paraná nas datas em questão, o que dificultou o escoamento da água e agravou as enchentes. De acordo com a Defesa Civil do Paraná, cerca de 5,5 mil pessoas de Guaratuba foram afetadas pelas chuvas que causou estragos em um total de 1,2 mil residências.

“As pancadas de chuva mais fortes coincidiram com a maré alta, que estava com altura de 1,90 m na manhã de domingo, o que dificultou a vasão das águas pluviais e ocasionou os alagamentos”, explica a Prefeitura de Guaratuba. O estrago foi grande, tanto que, de acordo com a Defesa Civil, 600 pessoas ficaram desalojadas e 150 desabrigadas, sendo que estas estiveram até esta segunda-feira, 18, em um abrigo montado pelo município no Ginásio Municipal José Richa.  “Eles foram recebidos por profissionais de saúde, psicólogos, assistentes sociais e cerca de 200 voluntários, funcionários da Prefeitura e comunidade de Guaratuba. As crianças tinham o apoio de psicólogos, professores e educadores”, completa o município. 

Os bairros atingidos foram: Mirim, Piçarras, Cohapar I, Cohapar II, Brjatuba, Centro e Carvoeiro, bem como a área rural do Cubatão e Limeira. Durante o final de semana, o prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, percorreu os bairros para avaliar os estragos, com entrega de donativos e convencimento de moradores que estavam em áreas de risco e não queriam deixar suas residências. “Apesar da diminuição na quantidade de chuva, as pessoas ainda devem permanecer alertas, especialmente nas áreas propícias a deslizamentos”, destaca a Defesa Civil.

Equipes com mais de 200 voluntários do município e população atuaram ajudando as famílias afetadas pelas enchentes (Foto: Prefeitura de Guaratuba) 

Segundo o prefeito, o fato de haver tantos voluntários e funcionários do município engajados em ajudar as pessoas afetadas pelas chuvas, com doações e trabalho, demonstrou que “o guaratubano mostrou mais uma vez o quanto é solidário”, completa ele, que esteve nos trabalhos de ajuda às vítimas ao lado da esposa, Flávia Foccacia Justus. 

DOAÇÕES E AÇÕES DO MUNICÍPIO

A Prefeitura de Guaratuba destacou que até o domingo, 17, duas vans da Provopar haviam sido enviadas com doações ao município com itens como agasalhos, colchões e cobertas advindos de Curitiba. Equipes do Corpo de Bombeiros, das Polícias Civil e Militar, Defesa Civil Municipal e Estadual, bem como a população colaborou no trabalho de resgate das pessoas em locais alagados. 

“As famílias atingidas pelos alagamentos ainda precisam de doações de alimentos não perecíveis (principalmente produtos básicos como feijão, arroz, café e óleo), produtos de limpeza e higiene, cobertores, lençóis, travesseiros, roupas adultos e infantis, água mineral em garrafa. As doações devem ser entregues no CRAS na Avenida 29 de Abril, 802, Centro. Também no CRAS, uma equipe de Assistentes Sociais está fazendo o cadastro das famílias atingidas”, informa a Prefeitura de Guaratuba. 

DEFESA CIVIL SEGUE MONITORANDO GUARATUBA QUE DEVE TER CHUVAS DURANTE A SEMANA

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil seguem monitorando Guaratuba que conta com previsão de chuvas irregulares e pancadas típicas do verão neste início de semana. “As equipes da Defesa Civil Estadual e do Corpo de Bombeiros atuaram na retirada das pessoas das áreas de alagamento, auxiliando no direcionamento de quem precisou deixar suas casas. As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros retiraram 130 pessoas que haviam ficado ilhadas”, completa a Assessoria da Defesa Civil. 

Com previsão de mais chuvas, Defesa Civil segue monitorando região de Guaratuba (Foto: AEN)

Continuar lendo
Publicidade