conecte-se conosco

Infraestrutura

TCP inaugura Depot Express 24 horas

Solução para manutenção de contêineres oferece eficiência operacional e redução de custos

Publicado

em

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) apresentou, na manhã de terça-feira, 26, uma novidade que irá otimizar a cadeia logística, oferecendo eficiência operacional e redução de custos aos usuários. O Depot Express 24 horas está em operação em uma área dentro da Martini Meat, por meio da efetivação de uma parceria entre as empresas.

Espaço localizado na Martini Meat tem capacidade de liberar os contêineres vazios em uma hora

 

 

A unidade operacional, que é a sétima da TCP, foi idealizada no início de 2017 e tende a amenizar os problemas logísticos gerados pela movimentação do Porto. O gerente de Operações Logísticas da TCP, Ruy Cezar Capriglione Filho, explicou que o Depot Express está integrado com o Porto de Paranaguá e funcionará com o objetivo de trazer mais volume de cargas para a cidade. 

 

“Essa é uma nova unidade de negócios da TCP que vem para melhorar o fluxo de Paranaguá, tanto na retroárea, como exportadores que utilizam Paranaguá. A ideia é a gente oferecer uma solução mais otimizada aos clientes que utilizam o porto. Hoje, a retroárea tem algumas deficiências e acaba não atendendo toda a expectativa dos clientes”, afirmou.

A solução é inovadora e pode atender cerca de quatro mil contêineres por mês. “A operação já começou. Ainda há uma série de obras para serem feitas para aumentarmos a capacidade, mas atualmente já está disponível para ser utilizada”, disse o gerente.

 

O gerente de terminal portuário da Cotrigaçu, Rodrigo Buffara Farah Coelho, destacou que o Depot Express vai fazer com que todos os contêineres reefers das cooperativas filiadas à Cotriguaçu tenham mais agilidade na exportação. 
“Isso significa redução de custos. O que mais nos chamou a atenção foi a organização com que o assunto foi tratado, o que vai beneficiar e profissionalizar cada vez mais a exportação de carne frigorificada por Paranaguá”, frisou. O desafio é produzir mais e gerar menos filas.

 

“Para nós será muito importante porque todas as nossas cooperativas juntas exportam cerca de 1.500 contêineres reefers por mês”, salientou Buffara.

 

O diretor da Martini Meat, Luiz Roberto Braga, comentou sobre a parceria e o que o empreendimento representa. 
“Essa é uma grande vitória no sentido de termos mais agilidade na logística da carga. Temos uma série de problemas em Paranaguá, de espaços que não estão bem adequados à movimentação, e proporcionamos essa área ao TCP em parceria para permitir que os contêineres possam ir até o Depot agendados e sair em uma hora”, revelou Braga.
A novidade poderá trazer benefícios também para a população de Paranaguá, já que menos filas serão geradas em virtude da movimentação dessas cargas.

“O caminhão sairá do eixo de dentro da cidade, chega somente até o km 6, onde está o Depot, e isso tira um pouco do movimento dentro da cidade. Ainda há muito a crescer, mas este é um passo importante”, evidenciou Braga.

MENOS ACIDENTES

O gerente de transportes da BRF, Luciano Farago, destacou o apoio à iniciativa e o impacto que o Depot Express irá trazer para as empresas envolvidas. “Gostaria de parabenizar a TCP. Hoje, a BRF opera cerca de 1.300 contêineres nesse terminal. Fico muito feliz com a iniciativa junto à Martini, que também é nossa grande parceira, e a gente sabe que isso trará frutos positivos. Os nossos motoristas que hoje estão na estrada, que saem daqui por volta de 22h, e têm que estar no outro dia na fábrica, vão poder descansar e fazer a viagem deles em segurança. Há o fator externo que é o risco das estradas. Já conseguimos reduzir em 1/3 os acidentes e isso é muito significativo”, expôs Farago.
O presidente da Cargolift Logística e diretor da Fetranspar (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná), Markenson Marques, declarou que os resultados da operação do Depot Express serão positivos. “São 1.500 caminhões que transportam contêineres pela nossa empresa. Em quatro anos, a produtividade aumentou em 50%. Gostaria de parabenizar a TCP pela iniciativa e nós, transportadores, agradecemos esta facilidade”, frisou Marques.
 

Operação modelo de carregamento de contêiner foi realizada na Martini Meat

Funcionários que participaram da primeira operação de lançamento do Depot Express

Publicidade








plugins premium WordPress