Connect with us

Gastronomia

Veganos e vegetarianos: a diferença vai além do cardápio

Lais Araujo aponta sobre o crescimento do consumo dos produtos naturais

Publicado

em

Crescimento do consumo de produtos naturais aumenta as dúvidas sobre o assunto

Com o crescimento do número de pessoas que estão aderindo à alimentação à base de produtos naturais, muitas questões acabam gerando dúvidas. Uma delas é sobre a diferença de vegetariano para vegano.

De acordo com João Ricardo, que é vegano há seis anos, a diferença é maior que muitos possam imaginar, ou seja, é comportamental. “Não se trata somente de dieta ele vai além. A questão de não consumir roupa que tem origem animal e não consumir produtos que são testados em animais tipo um creme, um hidratante, um xampu. Um vegano, por exemplo, não vai em rodeio, ou em espetáculos que utilizam animais. Quando se fala em vegetariano, estamos falando naquela pessoa que não consome nada de origem animal na sua alimentação”, aponta.

De acordo com João Ricardo, a diferença é comportamental

Para a professora Lais Araujo, o crescimento do consumo dos produtos naturais vem colaborando com a mudança na forma de atendimento nos estabelecimentos. “Paranaguá está crescendo, e o veganismo cresce junto trazendo uma abertura maior sobre o assunto. Hoje temos muitos estabelecimentos que já perceberam esse crescimento e oferecem opções voltadas para os vegetarianos”, destaca.

Estilo de vida

A empresária Thamyres Moreira Leal ressalta que, ao contrário do que muitos pensam, vegananismo não se restringe apenas à alimentação. “O termo adequado a quem segue uma dieta sem carne, frango, peixe, ovos, leite e seus derivados é também vegetariano. Porém, muitas pessoas acreditam que vegetariano é só quem não come animais. Não está de todo errado, mas a Sociedade Vegetariana Brasileira classifica o vegetarianismo em quatro termos: ovolactovegetarianismo, que utiliza ovos, leite e lacticínios; lactovegetarianismo, que utiliza leite e lacticínios; ovovegetarianismo, que como o nome já indica, utiliza os ovos e, por fim, o que todos confundem com veganismo: o vegetarianismo estrito. Esse último é a junção de todos os anteriores. A diferença entre o veganismo e o vegetarianismo estrito é que o primeiro vai muito além da alimentação”, explica.

A empresária Thamyres destaca que o vegetarianismo está relacionado a quatro termos diferentes

“Os veganos excluem qualquer produto que tenha animais envolvidos, como roupas, cosméticos, produtos de limpeza. O veganismo deve ser praticado dentro do possível e praticável, o que quer dizer que remédios e, principalmente vacinas não devem deixar de ser tomados. Enfim, o veganismo não é uma dieta, mas todo um estilo de vida pensando no fim da exploração animal”, finaliza.

Continuar lendo