conecte-se conosco

Fábio Campana

Chororô do Requião

Requião ficou choramingando quando seu nome não foi incluído como pré-candidato ao Governo do Paraná em pesquisa.

Publicado

em

Requião ficou choramingando quando seu nome não foi incluído como pré-candidato ao Governo do Paraná em pesquisa. Não decide se vai ser contra ou a favor de Osmar. A única certeza é que defende Lula. Pois, pois, o Instituto Radar Inteligência registrou pesquisa no TSE, que deve ser divulgada semana que vem, em que quer saber a intenção de votos do eleitorado paranaense. Estão no páreo junto com Requião, ou contra ele, Cida Borghetti (PP), Doutor Rosinha (PT), Osmar Dias (PDT) e Ratinho Junior (PSD).

A carta de Lula

A missiva que Lula mandou diretamente para Gleisi Hoffmann não agradou aos colegas de legenda. Os petistas acham que o tempo está passando rápido demais e estão perdendo o bonde do tal plano B. Acham que daqui a pouco não sobrará eleitor convencido sobre a importância de um novo poste. Enquanto isso, a alternativa real que o partido tinha como aliança, Ciro Gomes, continua o festerê pelo Brasil como pré-candidato da esquerda lulista, ainda que ninguém assuma isso. As lideranças do PT, o que não inclui sua presidente, começam a achar que Ciro levará boa parte dos votos de Lula mesmo sem aliança e enquanto isso, Lula escreve cartas do cárcere a afirmar a candidatura.

Nossos comerciais, por favor

Semana que vem, o Planalto iniciará uma série de propagandas sobre o governo de Temer. A publicidade virá com as tintas de prestação de contas dos dois anos de Presidência, que serão ‘comemorados’ amanhã. Mas, além disso, as peças fazem parte do plano de reverter os índices de rejeição do governo e, quem sabe, conseguir transformá-los em votos – se não para Temer, para quem ele apoiar.

Testemunhas são presas

Compromisso legal de testemunhas em audiências na Justiça: obrigação de dizer a verdade. Se não cumprir, há uma série de possibilidades: advertências, desconsideração do depoimento na sentença, fixação de multa e até prisão em flagrante. Duas testemunhas de uma ação trabalhista em Campo Largo mentiram em juízo. O juiz Marlos Melek não teve dúvidas: decretou a prisão em flagrante.

Fechem as carceragens!

Relatório do Conselho da Comunidade na Execução Penal gerou um pedido ao Ministério Público do Paraná: fechamento das carceragens da Delegacia da Mulher, no Alto da Glória, e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, na região central. Segundo o relatório, além do total improviso na guarda das unidades, há o descumprimento de uma série de regras constitucionais no tratamento dos presos.

 

Publicidade










plugins premium WordPress