conecte-se conosco

Esportes

Paranaense é campeã sul-americana de Surf profissional

Natural do Balneário Pontal do Sul, Nathalie Martins conquista o prêmio mais expressivo do ano para o Surf brasileiro

Publicado

em

A paranaense Nathalie Martins sagrou-se campeã sul-americana de Surf Profissional no domingo, 20. Em evento disputado na Praia de Punta de Lobos, Chile, a pontalense teve que enfrentar um mar congelante, adversárias com Surf de alto nível e até um tubarão.

É isto mesmo! Em sua estreia no Pichilemu Womans Pro, Nathalie vinha liderando sua bateria até que o evento teve que ser interrompido devido à presença de um tubarão na área de competição. Ao contrário do que aconteceu com o australiano Mick Fanning no ano passado, não houve encontro entre o animal e algum atleta na água, mas a organização do evento precisou gritar desesperadamente para todas as atletas e free surfers saírem do mar.

Passado o susto, Nathalie Martins voltou à água e conseguiu a classificação para o 3.º Round da etapa chilena do WSL Qualifying Series, divisão de acesso à Elite do Surf Mundial, o WSL Championship Tour. Com o resultado, ela assumiu temporariamente a liderança do ranking sul-americano, e restringiu a disputa do título a apenas três atletas: ela, a chilena Lorena Fica e a argentina Lucia Induraín.

Nathalie e Lucia caíram em suas baterias disputadas neste domingo. Já a atleta da casa, Lorena Fica, precisava vencer o evento para se sagrar campeã para poder superar a pontuação da brasileira, mas acabou derrotada pela campeã mundial de 2004: a peruana Sofia Mulanovich. Com a "ajudinha" da maior referência no Surf latino-americano, a paranaense confirmou a conquista do maior título de sua carreira, o qual a colocou em uma posição privilegiada para disputar uma vaga na Elite do Surf Mundial.

A conquista de Nathalie Martins marca o mais expressivo título do Surf brasileiro na temporada 2016, sendo o segundo profissional de um paranaense no ano.

O Surf do Paraná vive um momento espetacular, já que o matinhense Peterson Crisanto já havia conquistado o título paulista com um aproveitamento de 100%.

Como os eventos do Circuito paulista também são válidos pelo ranking brasileiro, Peterson é o atual líder do ranking nacional. O vice-líder? Outro paranaense: o surfista muçulmano Jihad Khodr, ex-integrante da elite mundial. Assim como Nathalie, Crisanto vai buscar em 2017 sua classificação à Elite do Surf Mundial, se juntando aos campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, o "Mineirinho".

 

Fonte: Comunicação FPS.
Foto: Luis Barra/WSL South America

Publicidade










Em alta

plugins premium WordPress