conecte-se conosco

Esportes

Ágatha e Bárbara estreiam amanhã

Moradora vizinha da Arena Copacabana, Ágatha não nega a emoção que terá ao estrear nas Olimpíadas

Publicado

em

Hoje à noite, às 19h, terá início a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Os desfiles das delegações participantes não contarão com muitos atletas que estarão em disputas no dia seguinte. Este é o caso da parnanguara Ágatha, a qual, ao lado de Bárbara, estreia na Olimpíada às 15h30, de sábado, 6, quando enfrentarão as representantes da República Tcheca, Hermannova e Slukova. Ágatha e Bárbara estão no grupo B do vôlei de praia, junto com as espanholas Liliana/Elsa, as argentinas Gallay/Klug, além das tchecas adversárias deste sábado.

A parnanguara e a carioca estão muito animadas para darem início à busca por uma medalha olímpica. Em entrevista recente ao site da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), elas falaram sobre a primeira vez nos Jogos e a forma como estão controlando a ansiedade. “É uma delícia poder curtir este momento e vamos aproveitar cada minuto”, resumiram. Mas, amanhã, quando entrarem na arena montada em Copacabana, local que fica a menos de 500 metros de onde Ágatha reside no Rio, a concentração será total. “A sensação é que agora chegou a hora. Treinamos muito para este momento e a cabeça está total nos Jogos. Já estamos trabalhando as nossas mentes há algum tempo e sabemos exatamente o que fazer para que tudo saia conforme o planejado”, revela.

Ainda sobre a expectativa, a parnanguara radicada na Cidade Maravilhosa lembrou-se de quando passava pelo local das partidas, a Arena Copacabana, e via o andamento das obras. “Moro no bairro e vi a arena ser construída desde seu princípio. Cada vez que via a estrutura subindo eu falava: Daqui a pouco vou estar lá dentro. E me surpreendi por conseguir controlar bem a ansiedade, principalmente por ser a primeira Olimpíada. Mas, confesso, é algo muito emocionante”, completa.

Ágatha e Bárbara dispensaram permanecer na Vila Olímpica para buscar um isolamento estratégico para a melhoria do foco na competição mais importante da vida de ambas. “Voltamos à rotina normal. Tudo está funcionando bem, as instalações são muito lindas, mas ficamos pouco tempo na Vila, fomos mesmo só para não deixar passar essa experiência, pois decidimos nos isolar de modo a ficarmos bem concentradas para os Jogos”, disse Ágatha.

 

OUTROS JOGOS

Depois de sábado, Ágatha e Bárbara voltam para a Arena Copacabana no dia 8, segunda-feira, às 11h, para enfrentar as argentinas Gallay/Klug. Dois dias depois, 10 de agosto, às 17h30, o confronto será contra as espanholas Liliana e Elsa Baquerizo.

 

Foto: Ana Patrícia/COB e Saulo Cruz/Exemplus/COB

Publicidade








plugins premium WordPress