Connect with us

Educação

Prova Brasil objetiva avaliar a qualidade de ensino

Exame é realizado a cada dois anos para alunos de 5.º e 9.º anos

Publicado

em

A Prova Brasil e o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) são avaliações para diagnóstico, em larga escala, desenvolvidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC). Têm o objetivo de avaliar a qualidade do ensino oferecido pelo sistema educacional brasileiro a partir de testes padronizados e questionários socioeconômicos.

Nos testes aplicados nos 5.º e 9.º anos do Ensino Fundamental, os estudantes respondem a questões de Língua Portuguesa, com foco em leitura, e matemática, com foco na resolução de problemas. No questionário socioeconômico, os estudantes fornecem informações sobre fatores de contexto que podem estar associados ao desempenho educacional. Professores e diretores das turmas e escolas avaliadas também respondem a questionários que coletam dados demográficos, perfil profissional e de condições de trabalho.

 


Lilian e Liliana avaliam Prova Brasil como positiva

 

A pedagoga no Colégio Estadual Faria Sobrinho, Lilian Beatriz de Jesus Daneluk, avalia o Prova Brasil como importante. “Vejo a Prova Brasil como um mecanismo globalizador, no sistema educacional. Muitos têm resistência por refletir como pode uma prova ser elaborada de uma forma sendo que nem todos os sistemas educacionais andam daquela forma”, observou. “Mas se pensarmos que a forma avaliada deveria ser a certa e que deveria haver uma educação mais rica no Brasil, teremos outra visão. A Prova Brasil é totalmente interpretativa e se analisarmos os alunos de hoje que não leem, não são pesquisadores e até mesmo nós, professores, falhamos nisso por muitas vezes oferecer informações prontas, vemos que todos ficam estáticos. Por isso, é uma escola ou outra que se destaca”, opinou. Para a profissional, a escola consegue um ranking bom quando todos, professores, diretores, equipe pedagógica retomam o sistema de ensino. Ela também lembrou que a avaliação é feita por uma porcentagem e que é importante o envolvimento da família no desenvolvimento educacional do aluno, reforçando a importância da leitura e da pesquisa desde a infância.

A diretora do Colégio, Liliana Kffuri, frisou que a Prova Brasil é uma avaliação padronizada aplicada em todo País. “Questões regionais não deveriam afetar no resultado final da Prova Brasil, mas penso que a educação não está globalizada. Respeitamos as diferenças de cada região, mas o conteúdo básico deveria ser igual”, observou. “A Prova Brasil vem preparando o aluno para pensar. Somos de uma geração que decorava e hoje dizemos que queremos alunos críticos, mas será que realmente queremos e preparamos os alunos para uma leitura das entrelinhas? Se o aluno está preparado para uma interpretação, o estudante trabalhará essa interpretação indiferente da disciplina”, enfatizou. “Vemos que em qualquer prova seja Brasil, Enem ou vestibulares, a falta de leitura, interpretação é grande. O estudante lê, mas não compreende o que está lendo, faz uma repetição sem conseguir interpretar”, opinou.

A Prova Brasil acontece a cada dois anos e, a partir das informações do Saeb e da Prova Brasil, o MEC e as secretarias estaduais e municipais de Educação podem definir ações voltadas ao aprimoramento da qualidade da educação no País e a redução das desigualdades existentes, promovendo, por exemplo, a correção de distorções e debilidades identificadas e direcionando seus recursos técnicos e financeiros para áreas identificadas como prioritárias.

Continuar lendo