Logotipo

Isulpar realiza seminário abordando a felicidade e saúde mental

07 de agosto de 2019

Teatro Isulpar esteve lotado de alunos de todos vários cursos de graduação

Compartilhe

Evento deu início ao segundo semestre letivo da instituição e realizou lançamento da disciplina "Felicidade" na grade do Isulpar

Na noite da segunda-feira, 5, o Instituto Superior do Litoral do Paraná (Isulpar) realizou um seminário no Teatro Isulpar, abordando a felicidade, espiritualidade e saúde mental. O evento teve a presença da presidente da mantenedora do Isulpar, Dra. Rosi Teresinha Bonn, que destacou a importância do lançamento da disciplina "Felicidade" na grade curricular da instituição. No seminário, o professor e administrador Wellington Frandji ministrou palestra abordando o tema "Espiritualidade e Felicidade", e o terapeuta ocupacional e professor Carlos Xavier ministrou a respeito do assunto "Saúde e Felicidade". Centenas de alunos do Isulpar participaram do evento.

A presidente da mantenedora do Isulpar, Dra. Rosi Teresinha Bonn, a ideia da inclusão da disciplina "Felicidade" foi estabelecida coletivamente pelos colaboradores da instituição para trazer uma novidade positiva aos alunos e sociedade parnanguara. "A intenção é trazer uma diferenciação na academia, não só visando à aquisição de conhecimento e estrutura de carreira, mas também o bem-estar pessoal", afirma. "Como psicanalista de formação, o que me incomoda hoje é que a juventude está passando por algumas crises evidentes de depressão, falta de rumo, não credibilidade nos adultos e mais velhos que comandam a Nação, então há uma dicotomia em aceitar as políticas vigentes do que já passou e do que vem no futuro do Brasil. Então já vemos conflitos instalados, o que acarreta depressão, síndrome do pânico, sérias doenças mentais que os psiquiatras e psicanalistas estão atendendo de uma maneira bastante assídua", explica.

"A intenção é trazer uma diferenciação na academia, não só visando à aquisição de conhecimento e estrutura de carreira, mas também ao bem-estar pessoal", afirma a presidente da mantenedora do Isulpar, Dra. Rosi Teresinha Bonn

Dra. Rosi explicou que ao contrário do que acontecia antigamente, quando problemas de saúde mental atingiam mais pessoas, mais idosas e adultos, atualmente isso é recorrente com os jovens. "São eles que se sentem sem rumo e tristes. Assim, conversamos com pessoas experts na área de comunicação e percebemos que elas estão enfatizando não só no Brasil, como na Europa e Estados Unidos, esta vivência de um bem-estar propiciado pelas faculdades junto aos alunos. Não é só conhecimento, é bem-estar emocional", detalha, destacando um olhar mais pessoal aos alunos e professores por parte do Isulpar. "Trouxemos para dentro do Isulpar a disciplina 'Felicidade' que será aberta ao público gratuitamente. Aqueles que se interessarem podem se inscrever, iremos divulgar os horários. Vamos trazer palestrantes, entre eles psiquiatras, psicanalistas, filósofos e professores em geral, pois todo psicólogo já é um psicólogo nato", explica.

PALESTRANTES

O administrador Welington Frandji, que ingressou no Isulpar como professor da disciplina de "Felicidade", destacou a importância de abordar um tema tão importante na abertura do semestre letivo, com a colaboração dele e do terapeuta ocupacional Carlos Xavier. "A Felicidade é uma disciplina que vai trazer um novo contexto no processo de formação. Na palestra abordei a questão da espiritualidade e felicidade, trazendo conceitos de espiritualidade e 'quociente espiritual' que é algo novo. Tínhamos o intelectual, o emocional e hoje temos o espiritual nesta nova abordagem de significado de vida", explica. "É importante ter uma nova compreensão da formação no pessoal e profissional, através de aspectos como solidariedade, relações humanas, autoconhecimento, qualidade de vida, tudo aquilo que abrange a nossa vida", explica, comemorando a presença de estudantes de vários cursos do Isulpar no teatro lotado.

"A Felicidade é uma disciplina que vai trazer um novo contexto no processo de formação", destaca o professor e administrador Welington Frandji

Segundo o terapeuta ocupacional Carlos Xavier, que abordou o tema "Saúde e Felicidade", o Isulpar sempre busca temas atuais para o desenvolvimento dos acadêmicos. "Falamos sobre conotações, sobre o que é felicidade, fazendo com que a população possa começar a pensar sobre o que é sua própria felicidade e o que espera disso. Quando falamos em felicidade e saúde, imaginamos a saúde apenas como se o coração, o fígado e outros órgãos estejam bem, mas precisamos pensar também que a saúde interfere diretamente no meu estado mental, na minha felicidade e no que eu espero disso e almejo. Entre os pontos, abordamos o pensamento da felicidade apenas como questões materiais, em ter dinheiro e ter sucesso, mas será que é só isso a felicidade? Não existem outras coisas que possam nos dar prazer e uma vida mais sadia? Então são essas questões que são importantes das pessoas se atentarem", finaliza.

Alunos do Instituto Estadual de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha também participaram do seminário.

O terapeuta ocupacional Carlos Xavier abordou a importância da felicidade como forma de incentivar a qualidade de vida e saúde mental


Colunistas