Logotipo

Escolas de Paranaguá recebem homenagem pelo desempenho no Ideb

05 de fevereiro de 2019

Diretores atribuem sucesso a proximidade com a comunidade escolar e a confiança em um ensino público de qualidade

Compartilhe

Os gestores de escolas públicas se esforçam durante o ano letivo, mesmo diante de muitas dificuldades, para aproximar os alunos da escola e implantar o interesse pelos estudos. No entanto, somente algumas alcançam o destaque tão merecido. Para algumas escolas de Paranaguá esse reconhecimento chegou com a nota obtida no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado no ano passado.

A Escola Estadual Dr. Roque Vernalha obteve o melhor índice no Ideb relacionado ao Ensino Fundamental. Já o Colégio Estadual Professor Vidal Vanhoni se destacou como a instituição no litoral que mais saltou no índice, passando de 3,2 para 4,8. O Colégio Estadual do Campo Felipe Valentim, na Ilha do Mel, também superou as expectativas como a melhor nota no Ensino Médio, sob a gestão da diretora Kelly Araújo.

Os gestores das escolas que se sobressaíram foram convidados pelo Governo do Paraná para receber uma homenagem no dia 29 de janeiro, no Teatro Guaíra, em Curitiba, com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Júnior. Em todo o Estado, 106 escolas foram homenageadas pelo desempenho no Ideb e 45 compareceram ao encontro.

A entrega das placas da homenagem aconteceu durante a abertura da terceira etapa do Seminário Aprendizagem em Foco 2019, promovido pela Secretaria de Estado da Educação. As escolas homenageadas pertenciam a 15 Núcleos Regionais de Educação. Foram destacadas as melhores nas categorias ensino fundamental e ensino médio e as que apresentaram maior avanço no índice.

APOIO DA COMUNIDADE ESCOLAR

A diretora do Colégio Vidal Vanhoni, Carla Renata Telles e sua auxiliar, Luciana Lopes de Farias, receberam a homenagem e afirmaram que o resultado se deve a um trabalho consistente realizado com toda a comunidade escolar. “Temos cerca de 800 alunos. Nos últimos anos fizemos um trabalho pedagógico, com metas que estipulamos, fizemos um trabalho grande com os pais e professores. Nossa escola estava quase fechando, tínhamos uma nota no Ideb muito baixa, muita evasão escolar, violência dentro da escola e conseguimos reverter essa situação”, contou Carla.

“Tentamos deixar prazerosa para os alunos, para que eles participem. Ativamos o grêmio da escola, que fez diferença”, completou Carla.

Para este ano letivo, o Colégio Vidal Vanhoni objetiva continuar com o trabalho já aplicado para superar novamente a meta. “Vamos continuar trabalhando da mesma maneira e focar na parte pedagógica porque colocamos como meta superar essa nota do Ideb e irmos para 6, pelo menos. Estamos fazendo simulados desde o ano passado, para se adaptarem com o modelo da prova”, reforçou Carla.

A prova do Ideb tem questões de português e matemática, mas também contempla outras disciplinas, basicamente focando na interpretação de textos e no raciocínio lógico.

O diretor da Escola Roque Vernalha, Bruno dos Santos Rueda, que possui hoje cerca de 390 alunos, disse que a escola não foca exclusivamente no Ideb, mas que o resultado prova que estão no caminho certo. “A comunidade escolar abraça a nossa escola, nossos professores abraçaram a proposta pedagógica, eles compram a ideia e vestem a camisa”, afirmou Bruno.

A Escola Roque Vernalha é uma das mais disputadas para as matrículas pelos pais dos alunos devido a boa repercussão do trabalho desenvolvido.

“A gente não só acredita em uma educação pública de qualidade como fazemos uma educação pública de qualidade. Temos que acreditar, ter comprometimento de todo mundo que está com você, dos pais, dos professores, nos mobilizamos bastante para que todos abracem a causa”, ressaltou Bruno. A Escola Roque Vernalha também tem oferecido um grande diferencial extracurricular que são as aulas de robótica.

“Depende muitos dos gestores para envolver a equipe e colocar todos em uma mesma causa. Isso faz toda a diferença, ter uma ideia e fazer com que o outro também acredite”, ressaltou a diretora auxiliar do Colégio Estadual Professor Vidal Vanhoni, Luciana Lopes de Farias.


Colunistas