Logotipo

Alunos da rede pública aprendem inglês desde cedo

12 de março de 2019

Barbara (Pedagoga) e o professor Joel, de inglês, explicam detalhes do aprendizado na Escola Municipal Manoel Viana

Compartilhe

As crianças começam a aprender a falar e escrever em inglês a partir dos 10 anos de idade nas escolas públicas. Quando ingressam no 4.º  ano do Ensino Fundamental elas são inseridas no universo da língua estrangeira, sendo esta uma das disciplinas preferidas das crianças. 
Isso porque a língua inglesa é encontrada em todas as partes, principalmente nos aplicativos que as crianças e adolescentes baixam nos celulares, através dos jogos ou simplesmente para traduzir uma música. De acordo com o professor de Inglês Joel Silva dos Santos, o qual atua na rede municipal, o objetivo é fazer com que a criança se acostume aos poucos com as novas palavras, com um novo idioma. 
“Eles aprendem por meio de jogos e conversando também. Passam a conhecer os cumprimentos, os números e os dias da semana. Muitos são curiosos e querem saber mais e fazem perguntas depois de terem assistido a algum filme ou ter visto uma palavra diferente na Internet. Hoje em dia está mais comum porque a Internet veio para universalizar o acesso ao inglês, apesar de continuar sendo uma barreira para muitas pessoas. Mas para as crianças é mais fácil aprender. Os alunos se desenvolvem através de um processo dinâmico de construção coletiva de conhecimento”, explica o professor.
Ele também ressalta que falar inglês ajuda na ascensão de carreira, promove a conexão cultural entre países, traz mais segurança e conforto em viagens e oportuniza autonomia aos indivíduos frente a um mundo globalizado. “As escolas devem ensinar mais que o verbo to be e propiciar maior vocabulário e conversação às crianças. Este é o trabalho que tento desenvolver”, complementa.
A pedagoga da Escola Municipal Manoel Viana, Barbara Oliveira Meireles, ressalta que todos têm o acesso ao ensino da língua estrangeira no estabelecimento. “Quando o estudante ingressa no 4.º ano ele já  passa a ter aulas de inglês, uma vez por semana incluindo também os alunos da classe especial. Todos aprendem o básico como o significado das palavras e, em seguida, passam a montar frases. A criança aprende em um contexto natural e espontâneo (adequado à sua faixa etária) por meio de atividades lúdicas e dinâmicas”, destaca a pedagoga. 


Danilo Porto Gonçalves, de 10 anos, gosta de apreender inglês. “Já sei o significado de muitos objetos, os números e as cores. Gosto de aprender porque me interesso pelos aplicativos do celular. Antes eu não sabia quase nada”, conta o menino.


Giovanna Fabricio de Freitas, de 10 anos, contou que tem muito interesse em aprender inglês. “Já sei criar frases, conheço os dias da semana e os cumprimentos. Eu estudava em Curitiba e acho que o ensino de inglês na minha escola daqui é melhor que de lá”, compara.  
 

Colunistas