Connect with us

Turismo

Presidente do Convention Paranaguá revela expectativa para retomada do turismo

Ilha do Mel voltará a receber visitantes no dia 20 de setembro

Publicado

em

Nesta semana, foi anunciado que a Ilha do Mel poderá voltar a receber turistas a partir do dia 20 de setembro, desde que os estabelecimentos adotem medidas de prevenção ao novo Coronavírus. A liberação pelo Governo do Estado, através do Comitê Estadual de Situações em Emergência em Saúde Pública, foi comemorada pelos comerciantes que há meses têm sentido os prejuízos.

O presidente do Convention & Visitors Bureau Paranaguá, José Reis de Freitas, comentou que este é um passo importante para a retomada do turismo.

“A gente toma como exemplo o trabalho que tem sido feito em Morretes, Antonina e em outras cidades, como Foz do Iguaçu. A retomada é um bom momento para nós ajustarmos algumas coisas que não estão sendo bem feitas. Em parceria com o Estado, com a Adetur, Sebrae, Aciap e Convention, queremos fazer um trabalho para melhorar a nossa cadeia turística”, enfatizou Freitas.

Segundo ele, a atração do turista para a cidade tem que ser feita de forma sustentável. “Não adianta eu fazer uma propaganda fora da cidade e a parte de serviços estar pecando. Também não adianta ter dois ou três somente com atendimento excelente. Os turistas levam o nome da cidade de Paranaguá, vem buscando experiência. Por isso, esse é um bom momento para a gente se estruturar de verdade em ações concretas com a iniciativa privada”, ressaltou Freitas.

Os empresários da região estão ansiosos para trabalhar novamente com o turista. “Eles estão otimistas porque esperam acontecer aqui o que vem ocorrendo em outros países, onde os setores de restaurantes e rede hoteleira restabeleceram o seu volume de atendimento. Acreditamos que também podemos ter essa retomada, porque o turista é um fator importante para a nossa cidade. Todos estão um pouco receosos com relação a como vai ser esse momento, mas acho que a pandemia vai servir para Paranaguá evoluir na cadeia turística”, disse Freitas.

Para ele, é fundamental começar a explorar as vertentes que o turismo oferece. “Temos várias atrações para dois dias na cidade, o que precisamos fazer é precificar esses passeios, melhorar a qualidade dos serviços e atrair o turista. Temos funcionários de empresas que não conhecem Paranaguá, é preciso começar a explorar esse turista local para nos aperfeiçoarmos, pois há muita demanda”, destacou.

Crescimento

Muitos acreditam que o turismo é a atividade chave para a recuperação da economia, afetada pela pandemia nos últimos meses. De acordo com o presidente do Convention em Paranaguá, a cidade tem muito potencial para contribuir com o cenário econômico.

“O turismo sempre ajudou nos momentos difíceis. Morretes começou praticamente a vida turística após a inundação; Blumenau a mesma coisa com a Oktoberfest. Esses momento fazem as pessoas darem o seu melhor, ficam mais propícias a trabalhar coletivamente. Se a gente conseguir trabalhar alguns pontos, com certeza o turismo vai ser a mudança que Paranaguá precisa. O porto sempre será importante, mas o turismo vai começar a ter o seu peso na economia da cidade”, analisou Freitas.