conecte-se conosco

Turismo

Fórum de Turismo Religioso será realizado em março de 2023 em Paranaguá

Esta é a 5.ª edição do evento realizado no Estado

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Paranaguá

Paranaguá será a sede do 5.º Fórum Paranaense de Turismo Religioso, marcado para o mês de março de 2023. Uma parceria foi celebrada com o Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Religioso do Paraná na sexta-feira, 2, durante o Festival Internacional de Turismo (FIT) das Cataratas, em Foz do Iguaçu.

De acordo com informações divulgadas pela Prefeitura de Paranaguá, o município tem forte vocação no segmento, já que abriga a casa da padroeira do Paraná, o Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio. “Além disso, Paranaguá conta com igrejas históricas e pluralidade religiosa”, divulgou a prefeitura.

Membros do Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Religioso do Paraná, da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), se reuniram em Foz do Iguaçu para dar continuidade às discussões que visam ampliar a exploração das potencialidades do setor em todas as regiões do Estado.

Parceria foi firmada durante o Festival das Cataratas
Foto: Prefeitura de Paranaguá

Segundo o coordenador-geral do GT de Turismo Religioso, Eliseu Rocha, desde o início dos trabalhos, em 2020, o segmento religioso tem se consolidado como um dos principais focos do Estado. “É muito importante realizarmos este encontro dentro do FIT das Cataratas, que é um evento consolidado, trazendo o segmento do turismo religioso para Foz do Iguaçu, onde vemos comunidades de religião católica, budista e as mesquitas trabalhando juntas”, afirmou.

Rocha lembrou que já foram realizados quatro fóruns estaduais. “Já tivemos quatro fóruns estaduais e estamos com uma grande expectativa para a discussão do turismo religioso no Paraná, a troca de experiências entre os municípios e as diferentes matrizes religiosas, ampliando aquilo que está dando certo e aliando isso ao turismo de aventura, de negócios e principalmente ao turismo rural, gerando emprego e renda para as pessoas”, acrescentou o coordenador do Grupo de Trabalho.

A secretária municipal de Cultura e Turismo de Paranaguá, Maria Plahtyn, falou sobre a expectativa para receber o evento no próximo ano.

“O turismo religioso está em crescimento constante e discutir as demandas desse segmento é necessário”, comentou.

Grupo de Trabalho

Criado em 2020, o GT de Turismo Religioso tem o objetivo de fomentar e ajudar na estruturação do segmento, contribuindo no treinamento das equipes turísticas e na troca de experiências de locais já consolidados. Foram inseridas quatro matrizes religiosas no escopo do grupo – Oriental, Indígena, Africana e Ocidental – para garantir que diversas doutrinas sejam exploradas.

Atualmente, o GT é formado por representantes da Paraná Turismo, Associação Interreligiosa de Educação, Secretarias de Estado da Comunicação Social e da Cultura, e a da Justiça, Família e Trabalho, Associação dos Municípios do Paraná, Pastoral do Turismo da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, Associação Brasileira de Agências de Viagens, Fecomércio, Sebrae-PR, Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Paraná e representantes das 19 Instâncias de Governança Regional (IGRs) do Estado.

Segundo um estudo da Paraná Turismo concluído em 2020, em parceria com o Sebrae-PR, o turismo religioso é o terceiro segmento mais movimentado do Paraná, representando 25% dos pontos de atrativos do Estado. São cerca de 300 pontos de interesse mapeados entre igrejas e santuários, festas religiosas e romarias.

Resultados

Um dos exemplos que já têm se tornado realidade deste trabalho é a Rota do Rosário, um dos maiores roteiros turísticos religiosos do Brasil e que abrange 15 santuários espalhados ao longo de 12 municípios dos Campos Gerais e do Norte Pioneiro. A rota pode ser percorrida a cavalo, bicicleta ou a pé e tem atraído muita visibilidade para as cidades e também às áreas rurais.

Outro projeto em desenvolvimento é o Caminho de São Miguel Arcanjo, em Prudentópolis, no Centro-Sul. Coordenado pela prefeitura com o apoio do governo estadual, a rota turística começou a ser divulgada no estande do município dentro do próprio Festival das Cataratas.

Com informações da Prefeitura de Paranaguá e Sedest

plugins premium WordPress