Connect with us

Turismo

Coluna da Folha do Litoral News vai abordar o potencial turístico da região

Textos serão de autoria da turismóloga Aline Pschera

Publicado

em

No fim de semana, a Folha do Litoral News terá a estreia da coluna “Painel do Turismo”, de autoria da turismóloga Aline Pschera, que abordará, quinzenalmente, assuntos relacionados ao tema no litoral do Paraná. Aline é formada em Turismo pela UniCuritiba e tem MBA em Gestão de Negócios pela Faculdade OPET, tem 18 anos de experiência na área, passando pelos meios de hospedagem, alimentos, eventos e gestão pública. Atualmente, ela integra a equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Paranaguá (Secultur), como diretora de Promoções Turísticas.

A coluna “Painel do Turismo” será publicada no site (www.folhadolitoral.com.br) e também na versão impressa do jornal. “Pretendo falar sobre eventos, hospitalidade, cultura, gastronomia e entretenimento para os profissionais que atuam no setor e para todos que gostam das atividades de lazer relacionadas ao turismo”, disse a colunista.

Neste momento de pandemia, em que o setor foi afetado, a intenção é também trazer as tendências na retomada das atividades. “Entender o comportamento do novo turismo e passar dicas e recomendações para que as experiências turísticas sejam tão boas quanto eram antes”, frisou a turismóloga.

Expansão do turismo

De acordo com Aline, os municípios do litoral têm potencial de expandir as atividades turísticas. “O turismo é uma atividade que contribui diretamente com a valorização e preservação do patrimônio das cidades históricas, promove o desenvolvimento sustentável das áreas naturais e fomenta a economia com a geração de empregos e renda. O litoral tem um excelente potencial para expandir as atividades turísticas dos mais diversos segmentos, como cicloturismo, turismo cultural e de base comunitária focados nas comunidades tradicionais, ecoturismo e turismo de aventura nas áreas naturais, turismo rural nas colônias, turismo de eventos com foco nos nichos técnico e corporativo, entre outros”, descreveu.

O privilégio de ter uma arquitetura rica em história e cultura e uma Mata Atlântica bem preservada contribuem para essa expansão. “Temos atrativos naturais encantadores, gastronomia típica maravilhosa, costumes tradicionais e povo hospitaleiro, e todo esse potencial deve ser aproveitado para intensificar as atividades turísticas, principalmente no pós-pandemia”, afirmou Aline.