conecte-se conosco

Trânsito

PRF e BPVv reforçam o policiamento nas rodovias do Paraná no feriadão de Páscoa

Objetivo é reduzir acidentes e mortes causados, principalmente, por excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens em pontos proibidos

Publicado

em

Foto: Arquivo PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Polícia Rodoviária do Paraná (BPVv) iniciaram na quinta-feira, 14, a Operação Páscoa 2022 com foco na promoção da segurança viária nas rodovias federais, bem como reforçar a fiscalização nas estradas estaduais.

O BPVv destaca que com o feriado prolongado, o fluxo de veículos em toda a malha viária do Estado deve aumentar e, até o próximo domingo, 17, os policiais intensificarão a segurança dos viajantes com mais policiamento e fiscalização.

A operação é realizada todos os anos e o principal objetivo é reduzir o número de acidentes e mortes causados, principalmente, por excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens em pontos proibidos.

Rodovias estaduais terão policiamento reforçado pela Polícia Rodoviária Estadual durante o feriado de Páscoa
Foto: SESP/PR

De acordo com o comandante do BPRv, tenente-coronel Wellenton Selmer, as atividades da unidade pretendem diminuir acidentes graves e preservar a vida e a integridade física das pessoas. “O BPRv vai desenvolver uma fiscalização intensa, de verificação veicular em relação aos itens obrigatórios, com emprego de etilômetro para combater a embriaguez ao volante, crime que ainda tira muitas vidas. Haverá, principalmente, um grande esforço na área de operação de radares, porque entendemos que o excesso de velocidade é sempre um grande inimigo a ser combatido”, afirma.

Ele reitera que excesso de velocidade é uma imprudência, assim como ultrapassagens proibidas, o que compromete o deslocamento em segurança nas rodovias. Dirigir em condições climáticas muito adversas (chuva e neblina) também é um risco.

As atividades contarão com equipes das seis companhias da unidade, além de equipes do setor administrativo, que atuarão em pontos onde há maior incidência de acidentes graves. Além das fiscalizações de trânsito, equipes de Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) e de Operações com Cães da Polícia Rodoviária atuarão no combate a crimes de outras naturezas.

A PRF também informa que durante os feriados, historicamente há um aumento relevante do fluxo de veículos e de ônibus de passageiros nas rodovias federais, o que contribui para o aumento da violência no trânsito.

Foto: divulgação PRF

As ações da PRF seguem até a meia-noite de domingo, 17, visando a livre circulação, a prevenção de acidentes e a promoção da segurança viária. Os esforços são intensificados em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de ocorrência de crimes, de acordo com as estatísticas do órgão.

A Operação contempla o somatório das ações operacionais e de combate à criminalidade junto às atividades de educação para o trânsito, objetivando a prevenção e redução da gravidade dos acidentes, bem como aumento da percepção de segurança nas rodovias federais.

Alguns temas que receberão destaque: ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, utilização do cinto de segurança, utilização dos dispositivos de retenção, uso do capacete, excesso de velocidade, uso do celular ao dirigir, entre outros. Essas são as condutas que, historicamente, provocam o maior número de fatalidades nas rodovias.

Neste ano, não haverá restrição de tráfego para veículos ou combinações de veículos excedentes em peso ou dimensões, nas rodovias federais que cortam o estado.

Chuvas

A PRF orienta que nesse período chuvoso o motorista tenha cuidados especiais, os acidentes que ocorrem sob chuva, geralmente são provocados pela diminuição da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível.

Orientação: os motoristas devem transitar com velocidade moderada, sempre a direita da via, acender os faróis (baixo), manter distância segura do outro veículo que segue à sua frente, evitar manobras e freadas bruscas. Procurar um lugar considerado seguro fora da pista que não seja debaixo de árvores ou de fiação elétrica.

Se Beber, Não Dirija

O álcool produz efeitos no organismo que afetam a coordenação motora e os sentidos e mesmo em pequenas doses diminui os reflexos, aumentando o tempo de resposta em caso de imprevistos.

Por isso, dirigir alcoolizado é perigoso e a tolerância é zero. Não arrisque a sua vida, nem a do próximo. A PRF faz um apelo às famílias: não permitam que maridos, filhos, amigos ou qualquer pessoa próxima dirija depois de beber.

Acidentes

Em caso de acidente: se não houver feridos, retire os veículos da pista imediatamente. Você pode registrar a ocorrência pela internet, através do link: https://declarante.prf.gov.br/declarante/

Havendo feridos, sinalize e informe a PRF.

Emergência em rodovias federais, ligue 191.

Com informações da Agência PRF e AEN