conecte-se conosco

Trabalho

Contratação de temporários para o Natal deve ter aumento em torno de 10%

Aumento da circulação de consumidores faz representantes do comércio projetar a criação de novos postos de trabalho

Publicado

em

Foto: Ilustrativa / Shutterstock

O avanço da vacinação e o consequente aumento da circulação de consumidores deverão fazer com que o Natal de 2021 registre a maior oferta de vagas temporárias dos últimos anos.

De acordo com projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a estimativa é que haja a contratação de 94,2 mil trabalhadores para atender ao aumento sazonal das vendas neste fim de ano no país.

Os maiores volumes de contratações deverão acontecer nos ramos de vestuário e de hiper e supermercados.

Em Paranaguá, os representantes do setor do comércio também estão otimistas com as projeções das festas de fim de ano, e consequentemente com a oferta de vagas de trabalho.

O diretor da Câmara do Comércio Varejista da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), Anwar Hamud Hamud, destaca que neste ano não deverá haver um aumento significativo no número de vagas temporárias. “Devido a toda a crise econômica este ano não deveremos ter um aumento significativo no número de vagas temporárias no comércio local. Acredito que em relação ao ano de 2020, deverá aumentar algo em torno de 10% na contratação de funcionários temporários. Logicamente que levando em conta cada tipo de comércio, pois cada contrata conforme a necessidade”, avalia Hamud, explicando que dentro das funções temporárias para o fim de ano, o comércio deve estar ofertando vagas para: vendedoras, caixa operadoras, estoquistas, zeladoras, seguranças, Office boy, dentre outras. “É um aumento longe das expectativas esperadas, mas é um aumento real podemos dizer assim”, completa.

Sobre os temporários se tornarem efetivos, Hamud, enfatiza que é o momento deles se esforçarem para se destacar. “Dos 10% que são contratados pelo comércio, digamos que haverá apenas um percentual de 5% de efetivação, isto devido a todo este histórico econômico que passamos, que vinha de 2019, e potencializou em decorrência da pandemia. Agora se houver aumento da demanda e o número de vendas, existe sim uma maior possibilidade de efetivação. Ou seja, o comércio crescendo aumenta a oferta de vagas para trabalhar. Se o colaborador estiver preparado, tiver treinamento, bom atendimento e bom preparo, as chances de contratação aumentam significativamente”, comenta. 

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio e do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Paranaguá (Sindilojas Paranaguá), Said Khaled Omar, o cenário é positivo com a retomada da economia. “A expectativa é agora para começo do mês em diante devido ao Black Friday e Natal, e as chances de melhora são muito boas, devido estar havendo aquecimento da economia novamente”, destaca Said enfatizando que também existe chance de efetivação de funcionários que forem bem. “Para efetivar as vagas é necessário que o colaborador mostre vontade de aprender”, completa.

A taxa de efetivação dos temporários após o Natal deverá ser maior do que nos últimos dois anos (2019 e 2020), com a expectativa de absorção definitiva de pouco mais de 5% desses trabalhadores.