Connect with us

Política

Mandetta é demitido do Ministério da Saúde

Ex-ministro da Saúde anunciou saída do governo pelo seu twitter e em coletiva (Foto: EBC)

Publicado

em

Ex-ministro da Saúde anunciou saída do governo pelo seu twitter e em coletiva

Na tarde de quinta-feira, 16, Henrique Mandetta anunciou oficialmente a sua demissão como gestor do Ministério da Saúde (MS) do Governo Federal. A demissão foi anunciada pelo perfil do ex-ministro no Twitter e posteriormente em coletiva no MS. Ele foi convocado pelo presidente Jair Bolsonaro para uma reunião no Palácio do Planalto durante esta tarde, onde foi anunciado o seu desligamento da pasta. No final da tarde, o presidente confirmou o desligamento anunciou que o oncologista Nelson Teich é o novo ministro da Saúde

“Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de colocar de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar”, afirma o médico Henrique Mandetta. 

“Agradeço a toda a equipe que esteve comigo no MS e desejo êxito ao meu sucessor no cargo de ministro da Saúde. Rogo a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que abençoem muito o nosso país”, finaliza o ex-ministro. A demissão de Mandetta ocorre em meio à pandemia do novo Coronavírus no Brasil. 

Novo ministro

O presidente Jair Bolsonaro, em coletiva no Palácio do Planalto, anunciou a demissão de Mandetta e a nomeação do oncologista Nelson Teich como ministro da Saúde. Teich foi nomeado com apoio da classe médica por meio da Associação Médica Brasileira (AMB). O novo ministro é carioca, formado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), oncologista e foi consultor de saúde de Bolsonaro durante a campanha presidencial.