conecte-se conosco

Polícia

Rapaz assassinado em Pontal do Paraná tinha indicativo criminal e carregava uma chave mixa no bolso

João Gabriel da Costa Moraes, de 24 anos, foi assassinado no começo da manhã deste sábado, 28, com dois disparos de arma de fogo, no bairro Vila Progresso, em Pontal do Paraná

Publicado

em

João Gabriel da Costa Moraes, de 24 anos, foi assassinado no começo da manhã deste sábado, 28, com dois disparos de arma de fogo, no bairro Vila Progresso, em Pontal do Paraná.

De acordo com moradores da região, os disparos foram ouvidos por volta das 6h, porém, o corpo só foi encontrado uma hora depois caído em um terreno na Rua Plínio Tourinho.

Acionados, socorristas do SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência constataram o óbito.

Policiais militares isolaram o local do homicídio e acompanharam o trabalho de perícia realizado pela Criminalística.

O perito que realizou o procedimento encontrou junto ao corpo de João Gabriel uma “chave mixa”. A ferramenta é usada para arrombar fechaduras.

O corpo, atingido por dois disparos de arma de fogo, foi encaminhado para a sede do Instituto Médico Legal, em Paranaguá, onde vai passar por exames complementares.

7.º HOMÍCIDIO

Foi o sétimo homicídio registrado em Pontal do Paraná esse ano. No litoral são 45 casos.

Policiais civis que estiveram no local e já estão investigando o homicídio.

João Gabriel tinha indicativo criminal por roubos e furtos.

FURTO

Populares relataram que a vítima foi vista momentos antes na região em companhia de dois indivíduos. Eles teriam mexido em uma lona preta que está jogada em um terreno onde estariam produtos furtados.

Logo em seguida, ao tentar fugir correndo, João Gabriel foi alvejado pelos disparos e morreu no local.