conecte-se conosco

Polícia

Polícia Ambiental encontra armadilhas de caça para animais silvestres em Morretes

A denúncia anônima levou equipes do Batalhão de Polícia Ambiental- Força Verde até uma área, no Parque Nacional Guaricana, em Morretes, onde as armadilhas estavam montadas

Publicado

em

Equipes do Batalhão de Polícia Ambiental- Força Verde, da Polícia Militar receberam na tarde de quinta-feira, 12, uma denúncia anônima, repassada para o 181, Disque Denúncia da Secretaria Estadual da Segurança Pública, indicando dois locais dentro do Parque Nacional Guaricana, em Morretes, onde estariam montadas armadilhas de caça para animais silvestres. 

Os militares foram para a região, nas proximidades do KM 43, da BR-277, trecho de serra, e após caminhar por quase 1h por uma trilha dentro da mata fechada, encontraram a primeira armadilha.

Os policiais encontraram uma ceva, com milho e chuchus, um trepeiro e um chiqueiro grande, montado com placas e telas

ARMADILHAS

Os caçadores montaram uma estrutura conhecida como Trepeiro, que fica no alto de uma árvore, onde eles esperam os animais que serão abatidos com disparos de arma de fogo. Além de uma Ceva, local onde são deixadas porções de milho e alguns chuchus, para atrair porcos do mato e outros animais de grande porte.

Ainda percorrendo a trilha, que foi aberta com facões e seguindo algumas pegadas, os policiais chegaram em outro ponto do parque nacional, já no KM 44, da rodovia.

Os policiais encontraram uma ceva, com milho e chuchus, um trepeiro e um chiqueiro grande, montado com placas e telas

Neste local os caçadores montaram um grande chiqueiro, com placas e telas. Dentro da estrutura foram encontradas porções de milho e chuchus. Nenhum animal estava preso na armadilha. 

As duas estruturas foram destruídas.

Os policiais seguiram com o patrulhamento pela região, mas nenhum suspeito foi localizado. 

Todas as estruturas foram destruídas. Ninguém foi preso

PARQUE NACIONAL DO GUARICANA

O Parque Nacional do Guaricana compreende os municípios de Morretes, São José dos Pinhais e Guaratuba, trata-se da maior Unidade de Conservação de Proteção Integral da região do litoral e da Serra do Mar do Paraná.