conecte-se conosco

Polícia

PM apreende mais de três quilos de maconha na Serraria do Rocha

Ao todo foram apreendidos quase três quilos de maconha, uma porção de “Murruga”, dinheiro, celulares e material usado para preparar e embalar a droga

Publicado

em

Uma ação conjunta deflagrada por agentes da ALI – Agência Local de Inteligência e equipes da RPA – Rádio Patrulha Auto, da Polícia Militar, apreendeu na noite de sexta-feira, 18, por volta das 19h, no bairro Serraria do Rocha, em Paranaguá, mais de três quilos de maconha e material usado para preparar e embalar a droga. Um casal foi preso.

DENÚNCIA

De acordo com a corporação, uma denúncia anônima repassada para agentes da ALI indicava a negociação de entorpecentes, na frente de uma casa, na Rua José Cadilhe, nas proximidades da linha férrea. Durante o monitoramento do imóvel, os militares suspeitaram de um rapaz que estava perto de um veículo.

Com o apoio de equipes da RPA, o local foi cercado e o suspeito abordado.

Bruno Furtado Franco Cardoso, de 25 anos, ainda tentou fugir dos policiais. O rapaz entrou correndo no quintal da casa, onde foi alcançado e preso.
Antes de ser abordado, Bruno dispensou uma porção de maconha. O entorpecente foi apreendido.

Dentro da casa, as equipes abordaram Fernanda dos Santos Colaço, de 27 anos, esposa de Bruno.

Durante o procedimento, os policiais encontraram em cima de uma mesa, na sala da residência, um pote plástico com uma variedade de maconha, conhecida como “Murruga” (flores de cannabis em estado natural ou seco e curado, sem estar prensada).

Uma denúncia anônima levou equipes da ALI e da RPA até uma casa, na Serraria do Rocha, onde a droga foi apreendida

TABLETES

Quatro tabletes grandes de maconha, que estavam escondidos dentro de uma cômoda, também foram apreendidos.

Duas balança de precisão, um rolo de papel filme, usado para embalar entorpecentes, aparelhos celulares, um caderno com anotações e certa quantia em dinheiro trocado foram recolhidos no local.

Presos, Bruno e Fernanda foram levados para o plantão da Polícia Civil, onde os procedimentos cabíveis foram adotados.

Todo o material apreendido também foi entregue na unidade policial.