conecte-se conosco

Polícia

PCPR identifica autor de atentado a tiros em Matinhos que matou um homem e feriu outro

Publicado

em

Matheus Henrique da Silva, de 22 anos, acusado de ser o autor de um atentado a tiros, ocorrido na tarde de sábado, 22, no bairro Rio da Onça, foi interrogado por policiais civis de Matinhos, na tarde desta terça-feira, 25, e confessou o crime. Os disparos mataram um homem, de 26 anos, e feriram outro, de 19 anos.

O trabalho rápido de investigação, coordenado pela Delegada de Polícia Civil, Sâmia Coser, contou com o apoio de testemunhas que relataram, ainda no dia da ocorrência, o envolvimento de Matheus no atentado.

Além de interrogar Matheus Henrique da Silva, em menos de 72 horas do registro da ocorrência, os investigadores da Delegacia Cidadã de Matinhos conseguiram reunir provas e apreenderam a arma usada na ação criminosa. Um pistola cromada, marca Taurus, calibre .380.

EM LIBERDADE

Durante o depoimento prestado na delegacia de Polícia Civil de Matinhos, Matheus confessou ser o autor dos disparos que tiraram a vida de David Correia da Silva, de 26 anos, e feriram seu cunhado.

O rapaz vai responder em liberdade pelo crime, já que não estava em situação de flagrante e se apresentou espontaneamente acompanhado de um advogado.

A arma usada no atentado a tiros, uma pistola calibre .380, foi apreendida pelos policiais civis. Preso, Matheus Henrique da Silva confessou ser o autor dos disparos que mataram um homem e feriram outro, em Matinhos

RELEMBRE O CASO

Equipes da Polícia Militar e do Samu foram acionadas no começo da tarde de sábado, 22, por moradores do bairro Rio da Onça, em Matinhos, para verificar uma situação de disparos de arma de fogo.

No local indicado, os policiais não encontraram vítimas e enquanto patrulhavam pela região foram informados por socorristas do Samu que um homem baleado estava caído no quintal de uma casa, na Rua Adrianópolis.

David Correia da Silva, de 26 anos, alvejado no ombro, foi encaminhado para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento, no balneário de Praia Grande, onde morreu.

TESTEMUNHA

Durante o atendimento de David, ainda no local onde foi encontrado baleado, o rapaz relatou que um indivíduo conhecido como Matheus seria o autor dos disparos.

Informação confirmada por sua irmã, que também foi alvo do atentado a tiros.

A mulher, de 24 anos, que não foi atingida pelos tiros, contou aos policiais militares que estava com o seu irmão e o marido, um rapaz, de 19 anos, quando três indivíduos se aproximaram. Um dos suspeitos sacou uma pistola e atirou na direção deles.

O trio, que estava em bicicletas, fugiu logo em seguida.

A testemunha contou ainda, que seu marido atingido por dois tiros no braço esquerdo, já estava na UPA recebendo atendimento médico.

Fato constatado pelas equipes na unidade de saúde.

SUSPEITOS

Além de Matheus, citado pelas testemunhas, outros dois indivíduos teriam participado do atentado a tiros.

Um deles, Calvin dos Santos Ferreira, de 22 anos, foi localizado e preso por equipes da Polícia Militar.
O rapaz negou ter participado da ação criminosa e disse que estava nas proximidades quando os tiros foram disparados.

O terceiro suspeito, conhecido como Gustavinho, que teria recolhido os estojos da munição usada no atentado, ainda não foi encontrado.

Todos os envolvidos foram encaminhados para o plantão da Polícia Civil.

11.º HOMICÍDIO

Com a morte de David Correia da Silva sobe para 11 o número de homicídios registrados em Matinhos, este ano. No litoral são 66 casos.