conecte-se conosco

Polícia

PCPR apreende adolescente envolvido em homicídio em Matinhos

Publicado

em

Policiais Civis de Matinhos apreenderam na manhã desta sexta-feira, 2, um adolescente, de 16 anos, que estava sendo investigado pelo envolvimento em um homicídio ocorrido no dia 29 de maio, deste ano, no bairro Vila Nova.

A vítima João Munhoz Cardoso, de 49 anos, conhecido como “Dinho”, era usuário de drogas e costumava emprestar objetos de conhecidos e não devolvia. Tudo era vendido ou trocado por entorpecentes.

“Dinho” foi advertido por criminosos do bairro onde morava e como seguiu com a prática ilícita, foi executado a tiros.

INVESTIGAÇÃO

Durante as investigações realizadas pela Polícia Civil de Matinhos, sob o comando da Delegada Dra. Sâmia Coser, e contando com informações repassadas por dois indivíduos presos pela Polícia Militar no dia do crime, foi possível identificar e representar pela apreensão do adolescente.

A medida foi prontamente aceita pelo Juíz da Vara da Infância e da Juventude e a documentação necessária para o procedimento foi expedida.

O menor foi apreendido e encaminhado ao CENSE – Centro de detenção juvenil, na capital do estado, onde permanece internado.

RELEMBRE O CASO

João Antônio Munhoz Cardoso, de 49 anos, morador no bairro Vila Nova, em Matinhos, foi morto a tiros em um matagal, na Rua Tomaniza, na noite do dia 29 de maio.

Logo após o crime, dois homens foram presos por policiais militares acusados de envolvimento na morte de “Dinho”, como a vítima era conhecida.

MATAGAL

De acordo com a corporação, uma viatura trafegava pela Rua Tomazina, quando os policiais ouviram alguns estampidos. No mesmo momento, a equipe flagrou três indivíduos saindo de um matagal, em bicicletas.

Perseguidos, dois suspeitos foram abordados logo em seguida. O terceiro indivíduo conseguiu fugir.
Enquanto uma equipe identificava os abordados, outros policiais entraram no matagal onde os tiros foram disparados e encontraram Antônio Munhoz Cardoso, agonizando.

Gravemente ferido, o homem não resistiu e morreu no local. O óbito foi constatado por socorristas do Siate.

PRESOS

Reginaldo Mendes de Araújo, de 38 anos, e Herick Santos do Nascimento, de 35 anos, moradores do bairro Tabuleiro, não portavam nada de ilícito.

A dupla recebeu voz de prisão e foi encaminhada para o plantão da Delegacia Cidadã.

João Antônio Munhoz Cardoso foi executado com vários disparos de arma de fogo, no meio de um matagal, no bairro Vila Nova, em Matinhos. Dois suspeitos foram presos. FOTO ILUSTRATIVA

MENOR

Durante a abordagem, Herick Santos do Nascimento, relatou que o terceiro envolvido no crime, seria um menor, de apenas 15 anos, e que estaria carregando a arma de fogo usada no homicídio.

O adolescente também mora no bairro do Tabuleiro.

Viaturas realizaram patrulhamento pela região, mas ele não foi localizado.

MANDADO

Na delegacia, durante o registro da ocorrência, os policiais constataram que contra Herick Santos do Nascimento havia um mandado de prisão em aberto.

O documento foi expedido pela 2.ª Vara de Execuções Penais de Curitiba.

FOTO ILUSTRATIVA