conecte-se conosco

Polícia

Ossada humana encontrada em Alexandra pode ser de mulher desaparecida em 2017

A ossada humana foi encontrada em uma área de difícil acesso, na localidade do Ribeirão, em Alexandra

Publicado

em

Foto: Ilustrativa

Uma ossada humana encontrada em Alexandra na tarde de quarta-feira, 15, por volta das 16h, no terreno de uma antiga pedreira, na localidade do Ribeirão, em Paranaguá, pode ser de uma mulher desaparecida desde 2017.

De acordo com a Polícia Militar, acionada por um homem que trabalha com recicláveis, os ossos estavam em uma área de difícil acesso, no meio de um matagal.

O solicitante caminhava pela região quando encontrou a ossada humana em Alexandra e uma bolsa com documentos em nome de uma mulher. Um par de chinelos também foi encontrado no local.

Ao consultar o sistema de informações da SESP – Secretaria Estadual da Segurança Pública, os policiais constataram que a documentação encontrada é de uma mulher desaparecida em fevereiro de 2017, em Paranaguá.

Ossada humana
O documento de identificação encontrado perto da ossada é de uma mulher desaparecida em 2017, em Paranaguá (Foto: Ilustrativa)

Na época do desaparecimento, a mulher morava no bairro Vila Santa Helena e teria saído de casa para trabalhar. Ela estaria vestindo uma calça legging cor preta, com shorts jeans, camiseta cor azul clara e usava chinelos crocs.

A ossada foi recolhida por uma equipe do IML – Instituto Médico Legal.

DNA DA OSSADA HUMANA

Familiares da mulher desaparecida devem coletar material genético para realização de um exame de DNA, que vai ajudar na identificação oficial da ossada humana.

Continuar lendo
Publicidade