conecte-se conosco

Polícia

Motociclista morre ao cair na pista da BR-277 em Paranaguá

Mauricio Augusto Vipieski Araujo, morava no Jardim Iguaçu e pilotava a motocicleta que colidiu na estrutura de ferro que protege a ciclovia instalada na ponte

Publicado

em

Foto: Redes Sociais

Um acidente de trânsito registrado na manhã de terça-feira, 12, no KM 0, da BR-277, na ponte sobre o Rio Emboguaçu, região da Vila Santa Helena, em Paranaguá, terminou com a morte de um motociclista, de 28 anos.

Mauricio Augusto Vipieski Araujo, de 28 anos, que morava no Jardim Iguaçu e pilotava a motocicleta Honda CB 300R, de cor preta, colidiu na estrutura de ferro que protege a ciclovia instalada na ponte.

Maurício seguia com a motocicleta no sentido porto, quando perdeu o controle da pilotagem e bateu na divisória metálica. Com a violência do impacto, o motociclista morreu no local.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar atenderam a ocorrência e organizaram o fluxo de veículos na região durante a perícia realizada pela Criminalística

Socorristas do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência constataram o óbito.

Moradores nos bairros próximos e motoristas que passavam pelo local no momento do acidente, relataram que a queda foi provocada pela sujeira acumulada na pista.

Grãos e fertilizantes furtados de carretas e caçambas que passam pela região, as conhecidas “vazadas”, se acumulam na lateral da pista e deixam o pavimento da ponte liso.

Populares relataram que na noite anterior, um caminhoneiro foi abordado por um grupo de criminosos e obrigado a diminuir a velocidade do veículo que passava sobre a ponte. Os suspeitos abriram as “bicas” e esparramaram grande quantidade de grãos.

Ainda de acordo com populares, outros motociclistas e ciclistas teriam caído no local, porém, sem ferimentos graves.

A queda da motocicleta foi provocada pelo acúmulo de grãos e fertilizantes que são furtados de caminhões que passam pelo trecho

Equipes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar orientaram o fluxo de veículos na região durante o trabalho de perícia realizado pela Criminalística. 

O corpo do motociclista foi encaminhado para a sede do IML- Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde vai passar por exames complementares. 

REDES SOCIAIS

A morte de Mauricio provocou comoção nas redes sociais. Além de parentes e amigos, integrantes de motoclubes da cidade fizeram postagens lamentando o acidente.