Connect with us

Polícia

Mistério em Antonina: Homem é assassinado a facadas na zona rural

Corpo de Wellington Silva Cabral foi encontrado em uma fazenda no bairro Cachoeira, na comunidade do Rio Pequeno, zona rural de Antonina

Publicado

em

O corpo de Wellington Silva Cabral, de 26 anos, morador no bairro Cachoeira, comunidade do Rio Pequeno, zona rural de Antonina, foi encontrado perto de um rio que corta a região, na manhã de sábado, 25, por volta das 5h, por moradores na localidade. O rapaz foi assassinado com várias facadas.

De acordo com testemunhas, horas antes, Wellington estava na casa de amigos bebendo e saiu do local acompanhado de um homem identificado como Valdecir de Souza Soares, de 32 anos.

Ainda de acordo com as testemunhas, Valdecir trabalhava como ajudante em propriedades rurais e morava sozinho há cerca de um ano na região, onde era pouco conhecido.

Uma mulher, que estava na residência onde o grupo se reuniu para beber, contou aos policiais militares que atenderam à ocorrência que Valdecir carregava uma faca grande e saiu da residência levando a arma.

Durante as diligências realizadas na localidade onde o crime aconteceu, as equipes descobriram que Valdecir pediu carona para um morador na comunidade e desceu do veículo na entrada de Morretes. Ele não disse para onde estava indo.

O suspeito não foi localizado pelos policiais militares.

ESFAQUEADO

Wellington Silva Cabral foi morto a facadas, os golpes atingiram a região do pescoço e do abdômen. O corpo foi encontrado por moradores em uma fazenda, na localidade conhecida como “Estrada da Barra”.

A perícia, realizada no local onde o crime aconteceu, apurou que o corpo de Wellington foi arrastado por pelo menos 50 metros e deixado à beira de um rio.

O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal de Paranaguá, passou por exames complementares e foi liberado por familiares.

4.º HOMICÍDIO

A morte de Wellington Silva Cabral foi o 4.º homicídio registrado em Antonina este ano. No litoral, são 87 casos.

A Polícia Civil já investiga o brutal assassinato.

Foto Ilustrativa