Connect with us

Polícia

IHGP sofre com mais uma ação de vândalos em menos de 24 horas

Computador com acervo digital da instituição foi roubado na segunda invasão, na madrugada de terça-feira

Publicado

em

O Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá (IHGP) voltou a ser invadido na madrugada de terça-feira, 9, ou seja, em menos de 24 horas invadiram e roubaram duas vezes peças do acervo do sodalício.

O presidente do IHGP, Diogo Rodrigues Alves, destaca estar perplexo com a ousadia dos vândalos. “O clima é de muita tristeza. Na madrugada de segunda-feira, 8, o Instituto já havia sido invadido e roubaram peças do acervo e vandalizaram o museu. O roubo ocorreu por volta de 1h e foi descoberto pelo guarda do Museu de Arqueologia e Etnologia que alertou a equipe do IHGP e acionamos a polícia. Fechamos o local, rebatemos todos os ferros que haviam sido entortados e colocamos um tapume, para que hoje fosse realizada a solda. Para nossa surpresa, quando o pessoal chegou pela manhã encontrou tudo aberto, coma a grade toda torta. Desta vez levaram um computador completo e com todas as informações que tínhamos, a memória histórica como fotografias e documentos que estavam digitalizados, um botijão de gás e uma urna pequena de metal com moedas. Graças a Deus temos um backup deste material que estava no computador feito pelo professor José Maria de Freitas”, explica Alves.   

O IHGP está realizando um levantamento, através do livro tombo, para saber o que realmente foi roubado da instituição. Já foram realizados os Boletins de Ocorrência e a instituição aguarda que, através da investigação, possa se apurar quem vem realizando estes atos contra a memória da cidade e do Estado do Paraná, pois no local encontram-se diversos documentos que contam e relatam a história da colonização do Paraná até os dias atuais.   

“Estamos profundamente estarrecidos com as invasões ao prédio do Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá, cujas consequências são muito graves ao árduo trabalho de preservação da memória, da identidade da nossa história. Ontem já havia comunicado também ao nosso secretário de Cultura, Canela, que prontamente se solidarizou com o IHGP. Agora estamos com alguns diretores vendo qual é o procedimento que vamos fazer para que não tenhamos mais dissabores como esses que aconteceram nestas últimas 24 horas”, enfatiza o presidente.