Connect with us

Polícia

Homem é baleado dentro de casa no Tabuleiro em Matinhos

Foram três execuções registradas em Matinhos em menos de 72 horas. Os crimes aconteceram nos bairros Tabuleiro e Vila Nova

Publicado

em

Nelson de Jesus, de 54 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo, na tarde de terça-feira, 24, por volta das 14h30, dentro da casa onde morava na Rua Moema, no bairro Tabuleiro, em Matinhos.

Mesmo baleado, Nelson saiu do imóvel e procurou ajuda em uma casa na Rua Martinho Ramos, onde foi encontrado sentado na varanda.

Gravemente ferido, o homem, ainda consciente, disse aos policiais militares que atenderam a ocorrência, que o autor dos disparos é conhecido na região como “Cascão”, e que fugiu logo em seguida.

Socorrido por uma equipe do Samu, Nelson morreu durante o atendimento médico na UPA – Unidade de Pronto Atendimento, no balneário de Praia Grande.

Essa foi a terceira execução ocorrida em Matinhos, em menos de 72 horas. Outros dois casos foram registrados no domingo, 22.

O corpo de Nelson de Jesus, que tinha passagens pela polícia, foi recolhido à sede do Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde passou por exames complementares e foi liberado por familiares.

Uma equipe da Polícia Civil esteve no local e começou a investigação. As mortes registradas em Matinhos podem ter ligação com o tráfico de entorpecentes.

Relembre os casos registrados em matinhos

1.ª EXECUÇÃO

Patrick Selli Gonçalves, de 25 anos, foi executado com vários disparos de arma de fogo, na madrugada de domingo, 22, por volta das 2h30, enquanto caminhava pela Avenida Paraná, no bairro Tabuleiro em Matinhos. O crime aconteceu perto de uma academia de ginástica.

De acordo com a Polícia Militar, moradores na região ouviram pelo menos oito disparos de arma de fogo e gritos. Ao verificar a situação, encontraram o corpo de Patrick caído na avenida.

Durante a perícia realizada no local onde o corpo foi encontrado, cartuchos de munição calibre .380 foram recolhidos. Patrick foi alvejado na região da cabeça, perna direita e braço esquerdo.

Uma testemunha teria relatado que dois homens, em uma bicicleta, foram os autores do crime. Eles fugiram logo em seguida.

2.ª EXECUÇÃO

Thiago Batista da Silva, de 23 anos, conhecido como “Capetinha”, foi executado com vários disparos de arma de fogo, no começo da noite de domingo, 23, por volta das 20h, no bairro Vila Nova, em Matinhos.

De acordo com testemunhas, dois homens que estavam em uma motocicleta pararam na frente da casa de “Capetinha”, na Rua Jardim Alegre, e o chamaram no portão.

Ao atender a dupla, o rapaz que tinha passagens pela polícia, inclusive pela morte de uma moça em 2018, foi alvejado. Os tiros atingiram a região da cabeça e tórax. Thiago não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A dupla fugiu logo em seguida.

Thiago Batista da Silva estava usando uma tornozeleira eletrônica.