conecte-se conosco

Polícia

Foragidos da Justiça são capturados pela Polícia Militar em Paranaguá

Uma informação repassada para agentes da ALI – Agência Local de Inteligência, da Polícia Militar, ajudou na localização e prisão dos foragidos

Publicado

em

João Carlos Alves de Souza, de 33 anos, e Wilson Alves, de 46 anos, foram presos por equipes da ALI – Agência Local de Inteligência e da ROTAM – Rondas Ostensivas Tático Móvel, da Polícia Militar, na noite de terça-feira, 11, por volta das 21h, na Vila dos Comerciários, em Paranaguá.

Foragidos da Justiça, contra João Carlos e Wilson haviam mandados de prisão em aberto, pelo envolvimento com o tráfico de entorpecentes. Os documentos foram expedidos pela 1.ª Vara Criminal da Comarca.

PRISÃO

De acordo com a corporação, agentes da ALI foram informados que um VW Saveiro, cor preta, estaria trafegando pela Avenida Belmiro Sebastião Marques, no Parque São João, e que um dos ocupantes seria foragido da Justiça.

Durante monitoramento da região, os policiais localizaram o carro e com o apoio de equipes da ROTAM, o veículo foi abordado.

Ao identificar o condutor do veículo, um homem, de 42 anos, morador no Jardim Guadalupe, os policiais constataram que ele não tinha carteira nacional de habilitação.

Indagado sobre a situação, ele relatou que estava transportando a “mudança” de um conhecido, que estaria em uma casa, na Vila dos Comerciários.

O abordado ainda contou que o indivíduo era foragido da Justiça.

Dentro da casa onde os foragidos estavam os policiais encontraram porções de maconha e aproximadamente R$ 17 mil

No endereço indicado, uma residência na Rua Mohamed Hamud Hamud, os policiais encontraram os dois foragidos.

Dentro da casa onde estavam João Carlos Alves de Souza e Wilson Alves foram recolhidas porções de maconha e aproximadamente R$ 17mil.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a sede da 1.ª Companhia da Polícia Militar, onde a ocorrência foi registrada.

Após os procedimentos cabíveis, Wilson e João Carlos foram levados para a Cadeia Pública de Paranaguá, onde estão a disposição da Justiça.