conecte-se conosco

Polícia

Foragido da Justiça é preso com pistola e porção de cocaína no Porto Seguro

Um veículo Chevrolet Onix, cor prata, possivelmente usado em um homicídio registrado em janeiro, na cidade de Paranaguá, estava no pátio de uma oficina mecânica, no bairro Porto Seguro

Publicado

em

Uma informação repassada para equipes da ALI – Agência Local de Inteligência da Polícia Militar, no final da manhã de segunda-feira, 28, por volta das 11h30, indicava que um carro, possivelmente usado em um homicídio registrado em janeiro, na cidade de Paranaguá, estaria em uma oficina mecânica, no bairro Porto Seguro.

Agentes foram para o endereço indicado e durante o monitoramento do local, constataram que o Chevrolet Onix, cor prata, estava no pátio da oficina mecânica.

Com o apoio de equipes da RPA – Rádio Patrulha, o estabelecimento comercial foi cercado e abordado.

Quatro homens que estavam na oficina, um deles encostado em uma VW Parati, cor verde, com placas da cidade catarinense de Navegantes, foram revistados e identificados.

Ao consultar o sistema de informações da SESP – Secretaria Estadual da Segurança Pública, os policiais constataram que contra um dos abordados havia um mandado de prisão em aberto.

Diego Mendes, de 37 anos, estava sendo procurado pela Justiça pelo envolvimento em um crime de homicídio. O mandado foi expedido pela 2.ª Vara Criminal de Paranaguá.

Ao revistar o veículo onde Diego estava encostado, os policiais encontraram uma pistola calibre 9mm, com 17 munições intactas no carregador e uma porção de cocaína.

Com Diego, as equipes encontraram a chave do veículo Onix, cor prata, indicado na denúncia repassada para a Polícia Militar.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia Cidadã de Paranaguá, onde as medidas cabíveis foram adotadas.

Os outros três indivíduos abordados não portavam nada de ilícito.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil segue investigando o caso e vai realizar as perícias técnicas necessárias para confirmar se a arma e o carro apreendidos com Daniel foram usados na morte de Miguel Gomes Junior

HOMICÍDIO

No dia 15 de fevereiro, moradores da Rua Washington Luiz, no Porto dos Padres, acionaram equipes policiais e de urgência e emergência relatando que um homem havia sido baleado dentro de um carro, na frente de uma distribuidora de bebidas.

Ao chegar no local, policiais e socorristas encontraram Miguel Gomes Junior, de 46 anos, alvejado por vários disparos de arma de fogo. Os tiros atingiram a cabeça e o peito de Miguel, que morreu no interior de um Chevrolet Monza, cor vinho, que estava estacionado na frente do estabelecimento comercial.

Na calçada da distribuidora vários estojos de munição calibre 9mm ficaram espalhados. O material foi recolhido durante a perícia realizada pela Criminalística.

Miguel Gomes Junior não tinha indicativo criminal e morava no Jardim Iguaçu

SUSPEITOS

De acordo com testemunhas, um homem teria descido de um veículo cor prata e com uma pistola nas mãos, atirou várias vezes na direção de Miguel.

Logo após os disparos, o suspeito entrou no carro e fugiu.

O carro de Miguel Junior estava parado na frente de uma distribuidora, na Rua Washington Luiz, no bairro Porto dos Padres