Connect with us

Polícia

Deficiente físico é retirado de dentro de uma quitinete em chamas por policiais militares no Jardim Iguaçu

Viaturas estavam na região procurando o autor de um homicídio, quando perceberam a claridade provocada pelo fogo

Publicado

em

Um homem de 56 anos, deficiente físico, foi retirado por policiais militares do interior de uma quitinete em chamas, na madrugada desta quarta-feira, 29, por volta das 2h, no Jardim Iguaçu.

De acordo com a corporação, viaturas estavam na região procurando o autor de um homicídio, quando perceberam a claridade provocada pelo fogo, nos fundos de um terreno, na Rua dos Guatambus.

Imediatamente, policiais que integram a ROTAM – Rondas Ostensivas Tático Móvel, foram para o local e constataram que um imóvel, que abriga várias quitinetes, estava sendo consumido pelas chamas.

Moradores da rua onde a situação aconteceu, relataram que sentiram um forte cheiro de gás, vindo do local, e na sequência perceberam o fogo se alastrando.

Inquilinos de outras quitinetes corriam para tentar salvar móveis e utensílios.
Neste momento, os policias desceram por um beco que dá acesso ao imóvel, na intenção de isolar o local até a chegada do Corpo de Bombeiros, quando escutaram um homem pedindo socorro.

Laudiunir Martins Mendes, de 56 anos, estava dentro da quitinete mais atingida pelo fogo. O espaço estava tomado por uma fumaça densa e ele não conseguiu sair do local, já que tem dificuldades de locomoção, pois não tem uma das pernas.

Diante da situação, os policiais militares entram na quitinete e retiraram a vítima, que apresentava queimaduras nas mãos, nos braços e na perna.

Sem equipamentos adequados para o resgate e temendo uma explosão, já que o vazamento de gás foi constatado, as equipes retiraram Laudiunir do local usando uma cadeira plástica. Vários militares se revezaram carregando a vítima até uma área segura, longe das chamas e da fumaça.

Com a chegada de uma equipe do Corpo de Bombeiros o fogo foi controlado e apagado.

A vítima foi atendida no local por socorristas do Samu e encaminhada para a emergência do Hospital Regional, onde permanece internada.