conecte-se conosco

Páscoa

Comércio de pescados fica movimentado na Semana Santa

Aumento nas vendas já é de 40% em relação ao ano passado

Publicado

em

Os comerciantes aproveitaram o período da Semana Santa para alavancar as vendas de pescados, iguaria que a população consome nesta época. São inúmeras opções de peixes, tanto de água doce quanto de água salgada, além de frutos do mar. Os pescados são alimentos saudáveis, porém altamente perecíveis, por isso é preciso prestar atenção na hora da compra para saber se a qualidade está adequada ao consumo.

O Mercado Municipal do Peixe “Brasílio Abud”, em Paranaguá, segue com fluxo alto de consumidores que buscam o local para realizar as compras de frutos do mar. Neste ano, a expectativa dos permissionários é alta, tendo em vista que em 2020 e 2021 a pandemia do novo Coronavírus impôs restrições que dificultam o funcionamento dos espaços públicos.

Milene Braga, permissionária do Box 31, no Mercado do Peixe, está otimista com as vendas deste ano e acredita que o movimento tende a melhorar nos próximos dias. “A expectativa está sendo muito boa. Desde a semana passada tivemos bastante movimento aqui no mercado, tendo em vista que as pessoas estão falando em peixe neste período da Semana Santa e estimula as pessoas a vir comprar. Em relação ao ano passado, já tivemos aumento de 40%. A partir de quinta e até na sexta-feira o fluxo de pessoas irá aumentar aqui no local”, comentou.

Jussara da Conceição Coelho Lopes, do Box 5, possui uma boa expectativa de comercialização do pescado nesta época do ano

Trabalhando há mais de seis anos com pescado, Jussara da Conceição Coelho Lopes, do Box 5, também possui uma boa expectativa de comercialização do pescado nesta época do ano. “O movimento melhorou bastante comparado  com o ano passado. A expectativa para estes últimos dias da Semana Santa é que aumente o número de pessoas que venham comprar o seu peixe e outros frutos do mar. O que mais estamos vendendo aqui é tilápia, camarão e produtos congelados. Além da Páscoa, o movimento é grande também no Natal e na temporada de verão, que é quando recebemos turistas que compram o nosso produto, assim como os moradores aqui da nossa região”, enfatizou.

As vendas ampliam o acesso a peixes frescos para refeições em dias que antecedem a Páscoa, no próximo domingo, 17. O Mercado Municipal também apresenta um crescimento nas vendas dos produtos, não só nestes últimos dias que antecedem as celebrações, mas desde o começo de março, época em que se inicia a quaresma para muitos adeptos ao cristianismo.

Fábio Victória Pons está há 30 anos oferecendo diversos tipos de frutos do mar no Mercado Brasílio Abud

O comerciante Fábio Victória Pons, do Box 11, está há 30 anos oferecendo diversos tipos de frutos do mar no Mercado Brasílio Abud. Segundo ele, o preço do pescado não sofreu alteração neste ano. “Agora que aliviou a pandemia estamos aproveitando para vender o nosso peixe e estou observando que o número de pessoas que passa por aqui segue aumentando com o passar dos dias. File de peixe e camarão estão saindo bastante e o preço está normal, não houve aumento. Não só nesta Semana Santa, mas também aos finais de semana estamos recebendo muitos turistas e para nós é um prazer atender a todos”, analisou.

O Mercado do Peixe estará aberto na sexta-feira, 15, e domingo, 17, das 7h às 12h. No sábado, 16, o atendimento será das 7h às 18h.

Para os católicos, a Sexta-Feira da Paixão é um dia reservado para a abstinência, sendo uma tradição milenar evitar o consumo de carne vermelha e de frango. O sacrifício dos fiéis relembra o sofrimento e o derramamento do sangue de Jesus Cristo, que passou pela Via Sacra nesse dia, sendo crucificado e morto.

Continuar lendo
Publicidade