Connect with us

Marinha do Brasil

Capitania dos Portos do Paraná celebra 167 anos

CPPR foi criada pelo Imperador Dom Pedro II dois meses antes da emancipação política do Paraná (Foto: CPPR)

Publicado

em

Capitania dos Portos do Paraná celebra 167 anos

No dia primeiro de outubro deste ano, a Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) celebrou os 167 anos de sua criação. Em 14 de agosto de 1845, D. Pedro II expediu o decreto 358, autorizando o Governo a estabelecer uma Capitania dos Portos em cada Província Marítima do Império. Dois meses antes da emancipação política da Província do Paraná, ocorrida em 1853, o Imperador promoveu a criação da Capitania dos Portos do Paraná.

O ano de 2020 será sempre lembrado pela pandemia do novo coronavírus. Neste contexto, com “serenidade e firmeza”, a Capitania dos Portos do Paraná está realizando, de maneira audaz, diversas ações de enfrentamento do COVID-19. Durante as abordagens e inspeções navais, estão sendo divulgadas medidas de conscientização para o combate à disseminação da doença, como orientações sobre a higienização, o uso de máscaras, a limpeza de embalagens e os cuidados sanitários com alimentos. Cabe ressaltar a mobilização das Voluntárias Cisne Branco de Paranaguá que confeccionaram e realizaram a entrega de máscaras de proteção para todos os militares e servidores civis desta Organização Militar. 

Devido as restrições de mobilidade e contato social, o número de doadores de sangue diminuiu drasticamente nas duas Unidades de Coleta e Transfusão (UCT) do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), nas cidades de Curitiba-PR e Paranaguá-PR. A participação da tripulação nas campanhas de doação de sangue tem sido de suma importância para a manutenção da capacidade de atendimento aos hospitais locais. 

Quanto a Qualificação de pessoal para combater a proliferação do COVID-19, duas turmas formadas por militares e integrantes de forças de segurança da região realizaram o “Estágio de Capacitação em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) para Militares Não Especializados, com ênfase em descontaminação de agentes biológicos e utilização de Equipamento de Proteção Individual (EPI)”. 

A fim de minimizar os efeitos sociais da pandemia, houve também o apoio a duas ações do Grupo Escoteiro do Mar Ilha do Mel (Gemim 85-PR). Os militares auxiliaram na arrecadação de alimentos e produtos de limpeza que foram distribuídos a entidades beneficentes e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Reverenciando aos que por aqui passaram, os nossos agradecimentos a todos os militares e servidores civis, que, pelo esforço e dedicação, contribuíram sobremaneira para o cumprimento de nossa missão. A todo povo Parnanguara e às entidades relacionadas às Comunidades Marítima, Náutica, Portuária e Pesqueira, em especial a Sociedade Amigos da Marinha Paraná e Curitiba, nossa gratidão pela disponibilidade e irrestrito apoio.

Neste dia de júbilo, é nosso dever agradecer a Deus pela constante proteção nessa singradura e que Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, continue nos abençoando para a construção de um Brasil cada vez mais forte e importante no cenário mundial.

Parabéns Capitania dos Portos do Paraná! “Sua segurança no mar é a nossa missão!”

Fonte: Capitania dos Portos do Paraná