conecte-se conosco

Litoral

Polícia Militar divulga esquema de segurança para o Carnaval

Equipes de unidades da Capital, do interior do Estado e do serviço administrativo vão compor o efetivo que já está atuando na região pelo Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022

Publicado

em

Fotos: SESP/Paraná

O reforço da Polícia Militar para o Carnaval 2022 começou no Litoral na sexta-feira, 25, e segue até o término do feriado prolongado. Equipes de unidades da Capital, do interior do Estado e do serviço administrativo vão compor o efetivo que já está atuando na região pelo Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022. O trabalho vai contar ainda com apoio de unidades especializadas para desenvolver ações na terra, no mar e no ar, com motos, bicicletas, cães, cavalos e aeronave, além das viaturas.

“Mesmo sem as tradicionais festas de Carnaval por conta da pandemia, a Polícia Militar está reforçando todas as ações preventivas e repressivas devido ao aumento de pessoas que vem à região. Estamos atentos a todas as situações para coibir crimes, irregularidades, flagrar foragidos da justiça e proteger o cidadão que vem para cá, sem esquecer do morador que também precisa do nosso apoio”, explica o comandante do 1º Comando Regional da PM, coronel Renato de Oliveira Ribas Filho.

O planejamento do 1.º Comando Regional da PM, responsável pela região do Litoral, contempla ações mais específicas com as unidades especializadas do Comando de Policiamento Especializado (CPE), que vão ampliar as atividades e criar uma malha recobridora com patrulhamento tático, abordagens, vistorias com cães de faro de drogas, patrulhamento aéreo e aquático em diversos pontos do Litoral. Haverá ações educativas como distribuição de materiais, pintura no rosto de crianças e exposições de veículos e equipamentos.

Outro ponto que receberá atenção durante o feriado são os trapiches de embarque para a Ilha do Mel de Pontal do Sul e de Paranaguá. Os cães de faro da Companhia de Operações com Cães (COC) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) vão auxiliar as equipes para evitar que pessoas com drogas e outros ilícitos entrem na Ilha. Ações preventivas nas estradas que ligam a região, vias urbanas, áreas de lazer, e ambientes públicos que possam aglomerar pessoas também estão previstas. 

Na orla, os policiais militares estão disponíveis para atender o veranista, e essa atividade será reforçada nos próximos dias. Nos módulos móveis, além do policiamento e informações ao cidadão, serão distribuídas as pulseiras de identificação para crianças e também os adesivos “Sou Amigo da Polícia Militar”, com o intuito de fortalecer a confiança das pessoas no trabalho da Corporação.

O chefe de Planejamento da PM no Litoral durante o Verão Paraná 2021/2022, capitão Wagner de Araújo, afirma que a expectativa de público é próxima à registrada no Réveillon 2022, quando 2 milhões de pessoas estiveram nas praias do Litoral. “A Polícia Militar se preparou para atender os sete municípios litorâneos no sentido de que todos recebam reforço de policiamento”, disse. “Estamos recebendo tropas especializadas e de patrulhamento ostensivo geral, exatamente para reforçar o policiamento e proporcionar mais tranquilidade às pessoas, já que trata-se de um feriado com características específicas e com volume grande de pessoas”, acrescentou.

Já os primeiros acessos ao Litoral serão fiscalizados por policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) em pontos específicos com radar e fiscalização. As abordagens policiais a pessoas e veículos serão intensificadas para encontrar veículos irregulares, condutores embriagados e apreender drogas e armas que tinham como destino as praias. 

MOTOS E BICICLETAS

Por conta do grande número de pessoas e de veículos circulando nas cidades do Litoral durante o Carnaval, a PM vai reforçar também o policiamento com bicicletas e com a Companhia de Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicleta (Cirocam) por serem veículos mais versáteis e que podem passar por locais mais estreitos e fugir de congestionamentos para atender com mais agilidade as ocorrências, inclusive na areia. 

O patrulhamento na área urbana dos municípios será com as viaturas das subáreas dos municípios, contando com um incremento a mais das equipes da Companhia de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone). Além disso, o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) vai aplicar a Companhia Tático Móvel de Trânsito (Cotamotran) para fazer abordagens e fiscalizar veículos e condutores nas cidades litorâneas, a fim de inibir uso de celular ao volante, falta do uso de cinto de segurança e estacionamento irregular.

Os cadetes da Polícia Militar e integrantes do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) e da Companhia de Eventos também vão reforçar em locais específicos. O Regimento de Polícia Montada (RPMont) vai ser utilizado em regiões onde o policial precise de uma visibilidade diferenciada.

BOM SENSO

A preocupação da Polícia Militar com os casos de perturbação do sossego é constante durante o verão e agora no Carnaval os trabalhos de prevenção e atendimento de ocorrências serão intensificados. Por isso, o capitão Araújo pede a colaboração das pessoas que vêm ao Litoral para que tenham bom senso ao se divertir e respeitem as que querem descansar e também os moradores da região.

“As equipes da Polícia Militar vão intervir nestes casos para conversar com as pessoas e, inicialmente, fazer a orientação. Se o caso não se resolver e as pessoas continuarem ligando para o 190, infelizmente teremos que fazer os procedimentos necessários, encaminhar a fonte emissora do ruído e lavrar o Termo Circunstanciado que é o que determina a lei”, afirma. “Por isso pedimos a todos que respeitem os limites e não abusem do som”.

DENÚNCIAS

A PM orienta aos veranistas e moradores da região que presenciarem situações suspeitas ou crimes que façam o chamado pelo 190, caso a situação esteja ocorrendo naquele momento. Para situações de denúncias, o cidadão pode acionar o Disque Denúncia 181.

O capitão Araújo lembra ainda que o cidadão pode fazer denúncias ou solicitar atendimento pelo aplicativo 190 PR. 

“Solicitamos às pessoas que moram aqui e às que estão vindo ao Litoral para que utilizem esses canais para falar com a Polícia Militar. O Disque Denúncia 181, por exemplo, tem funcionado bastante no litoral do Estado, nos auxiliando com muitas informações e denúncias sobre atividades criminosas”, acrescentou.

Fonte: AEN

Continuar lendo
Publicidade