conecte-se conosco

Litoral

Guaratuba realiza campanha contra o descarte irregular de redes nas praias

Lixeiras para descarte e coleta seletiva foram instalados

Publicado

em

A Prefeitura de Guaratuba, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, divulgou na quarta-feira, 23, que iniciou a realização do projeto “Malha Seca”, que possui como objetivo a prevenção ao descarte irregular de redes nas praias do município, com a conscientização de pescadores para que eles destinem esses itens de forma ambientalmente correta. Segundo o município, o descarte é feito de forma errada na areia das praias, com a maré puxando a rede para o mar, conhecidas como “redes fantasmas”, o que interfere na vida marinha. 

“A fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente, após idas ao Mercado Municipal do Morro do Cristo, percebeu que alguns resíduos (redes) estavam sendo descartados na areia da praia. Pensando nisso, a solução encontrada foi desenvolver e oferecer lixeiras específicas para o descarte de forma correta (coleta seletiva), e com a utilização de materiais doados foram elaborados os receptores”, explica a prefeitura.

De acordo com a assessoria, o projeto será desenvolvido com participação dos pescadores de Guaratuba, com diálogo contínuo, recebimento de sugestões, decidindo o melhor local para o descarte das redes e colocação do receptor. “Para isso será realizado um levantamento médio de quantos pescadores operam no local, com recolhimento de dados pessoais (RG, CPF, número de telefone, composição familiar, endereço e tempo na pesca), para conhecer, valorizar e auxiliar com novas propostas de interesse socioambiental os pescadores da região”, complementa.

“O projeto tem como uma das metas ser transformado em um programa, onde além da Educação Ambiental haverá o incentivo para a realização de cursos profissionalizantes, atuando durante o período do ano todo, e com isso proporcionando maior aprendizado aos pescadores”, finaliza a prefeitura.


Com informações da Prefeitura de Guaratuba

Foto: Prefeitura de Guaratuba

Em alta