conecte-se conosco

Infraestrutura

Portos do Paraná reprograma início da derrocagem para a segunda-feira

Objetivo é ampliar ainda mais a transparência e concessão de informações à comunidade em geral

Publicado

em

Na tarde da quinta-feira, 2, a empresa pública Portos do Paraná emitiu comunicado para a comunidade em geral ressaltando que reprogramará o início das obras de derrocagem das Pedras da Palangana para a segunda-feira, 6, às 16h. O objetivo é garantir transparência e um prazo maior para informar toda a sociedade sobre o processo, algo que também está sendo divulgado on-line, em consonância com orientações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“Reafirmando o compromisso que a Portos do Paraná possui junto à comunidade em geral, em consonância com as orientações do Ibama, a Portos do Paraná informa que o início da obra de derrocagem das Pedras da Palangana foi reagendado. Para garantir transparência e um prazo maior de informação e detalhamento à comunidade em geral, a empresa pública comunica que o início da atividade foi reprogramado para às 16h, da próxima segunda-feira, dia 06/09/2021. Os acionamentos ocorrerão no período diurno e podem variar entre 15h e 17h, a depender de condições climáticas, ambientais e operacionais”, detalha a empresa pública.

Segundo a Portos do Paraná, novamente o cronograma da obra foi atualizado na página da derrocagem no site: http://www.portosdoparana.pr.gov.br/Pagina/Saiba-mais-sobre-derrocagem. “No local também foi disponibilizado um mapa indicando com exatidão os pontos do maciço onde ocorrerá a obra da derrocagem. O complexo conhecido como ‘Pedra da Palangana’ está localizado no canal principal de navegação e acesso ao Porto de Paranaguá, à leste do cais”, completa a assessoria.

Detalhes da derrocagem

“A Portos do Paraná reforça que nesta obra serão removidas seis partes de pontos mais rasos do maciço de rochas, somando 22,3 mil metros cúbicos das formações rochosas, o que corresponde a 12% do total da Pedra da Palangana. A ação está licenciada e autorizada pelo Ibama por meio da Licença de Instalação n.º 1144/2016, no âmbito das obras de dragagem de aprofundamento do porto de Paranaguá”, afirma a empresa pública.

Segundo a assessoria, a obra será executada por um consórcio formado pelas empresas Boskalis, Fabio- Bruno, SLI e DEC, contratado por meio do Processo Licitatório n.º 01/2020. “A empresa pública manterá os canais oficiais da Portos do Paraná permanentemente atualizados, durante toda a obra”, finaliza a Portos do Paraná.


Com informações da Portos do Paraná

Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná